Indignados, tucanos negam sabotagem à CPI da UNE

1
56

Aloysio-Nunes-Foto-George-Gianni-PSDB-1

Fico feliz em fazer esta retificação a um post emitido há poucos minutos. Era uma citação ao Antagonista, que mencionava uma suposta aliança tucana para sabotar a CPI da UNE. Mas o mesmo Antagonista lançou a retificação:

Aloysio Nunes enviou uma nota a O Antagonista em que nega que esteja agindo para bloquear a CPI da UNE, mais ainda “por razões sentimentais”, como alegaram deputados envolvidos na instalação da comissão.

“A UNE hoje é um aparelho do PCdoB e de grupelhos anti-democráticos, destituído tanto de representatividade quanto de importância política, cevado com dinheiro público. Que venha a CPI!”, disse o senador.

Também em nota, o PSDB informa que o líder do partido na Câmara, Antonio Imbassahy, já indicou os representantes para compor a CPI.”O partido vê com preocupação a demora do presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), em instalar essa CPI, tanto que já iniciou uma articulação com outras legendas para avaliar a possibilidade de dar entrada a um mandado de segurança junto ao Supremo Tribunal Federal (STF)”, afirma o texto.

O assunto, acrescenta a nota, será discutido amanhã em reunião com a presença de Aécio Neves, presidente nacional do partido.

Que se faça justiça então.

Aqueles que estiverem a favor da CPI da UNE merecem nosso apoio nessa empreitada. Os que estiverem contra devem ser apontados como inimigos da democracia. Neste caso, Aloysio Nunes e Antonio Imbassahy se posicionaram do lado da democracia.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

1 COMMENT

  1. Fico indignado com esse tipo de indignação, que jamais sai de cima do muro. Para mim, ela é um subproduto da famigerada “estrategia das tesouras”, muito mal compreendida pelas cabeças pensantes deste país. Na versão mais sofisticada dessa estrategia, pensa-se em conluios bildberguianos, em prol do socialismo mundial. Mas o que ocorre, de fato, no varejo do dia-a-dia, é uma parceria públlco-privada entre
    políticos tucanos (vários!) e petistas (quase todos!), no assalto aos cofres públicos. Ainda que os petistas, famélicos como são, não tenham nenhum pudor ao servir-se e fiquem sempre com a parte do leão. Comem com as mãos mesmo, como porcos, grunhindo e babando em cima da comida. Os tucanos, sempre elegantes, sentam-se á mesa com os seus punhos de renda, garfos e facas de prata, e vão tirando as suas lasquinhas de onde dá. Está aí a Lava Jato, que não me deixa mentir. Pelo que já sabemos e pelo que ainda vamos ficar sabendo.

    Afinal de contas, não seria disto que têm tanto medo os tucanos?

Deixe uma resposta