Corte de R$ 206 milhões da TV Globo por Dilma em 2015 expõe ditadura do PT

2
64

Isto que Dilma fez não difere nem um pouco das atitudes de Maduro quanto à mídia na Venezuela. Leia matéria da Jovem Pan:

Dilma Rousseff cortou R$ 206 milhões da TV Globo em 2015. Além disso, a Record recebeu R$ 127 milhões a mais que o SBT no ano passado, embora as duas emissoras tenham audiência muito parecida.

Os dados foram obtidos pelo portal UOL por meio da Lei de Acesso à Informação e divulgados no blog do comentarista político Jovem Pan Fernando Rodrigues.

Os números mostram como se comportou Dilma nessa reta final de 2015, quando as pessoas ligadas à presidente achavam que havia um complô de fato de certos meios de comunicação para tentar derrubá-la do poder.

A Rede Globo de Televisão e suas cinco emissoras do Grupo Globo receberam verbas de publicidade federal em 2015 no valor de R$ 206 milhões menores que em 2014.

Foram R$ 396,5 milhões em 2015 e R$ 602,8 milhões em 2014. O corte à Globo representou 34,9% da queda nos repasses federais do governo no ano passado – R$ 591,5 milhões a menos no total a vários veículos de mídia.

Mesmo para a TV Globo, que é o veículo de comunicação mais poderoso do Brasil, duas centenas de milhões de reais é muito dinheiro.Foi uma decisão política do Palácio do Planalto.

Na verdade, melhor seria que anúncios estatais fossem proibidos. Para todos. Porém, já que isso não acontece, o mínimo que se esperaria é que a distribuição de verbas não fosse orientada por pressão política. Mas estando comprovada a pressão econômica contra meios de comunicação, fica comprovado também o totalitarismo do PT.

Enfim, eis a prova definitiva de que o governo do PT foi uma ditadura. A queda de Dilma passa a representar oficialmente, portanto, a queda de uma ditadura.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Eu que desejo uma ditadura(a minha) no país, não gastaria dinheiro com propaganda, mas esse “governo democrático” gasta milhões com informações inúteis e propaganda partidária. Tem ainda os partidos que ganham os por fora e pagam também essas emissoras. Ainda bem que o Brasil está nadando em dinheiro

  2. Aí vem a pergunta: Globo golpista? Ou Globo revanchista? Quem veio primeiro: o golpe da Dilma na Globo, ou da Globo na Dilma?

    A verdade é uma só: quem recebeu menos de desobrigou de defender o governo. Muito diferente de “golpe”.

Deixe uma resposta