Constantino e Villa vão para a ISTOÉ. Blogueiro petista dá chilique e faz patrulhamento.

16
214

Um novo estágio de rastejamento moral e perda de dignidade foi alcançado pelo blogueiro governista Renato Rovai, da Revista Forum, que escreveu o seguinte para tentar patrulhar Rodrigo Constantino e Marco Villa por terem sido contratados pela revista ISTOÉ:

Não são poucos os bons jornalistas que ainda trabalham na imprensa tradicional. Alguns, aliás, muito bons. Mas o fato é que o jornalismo brasileiro produzido nesses veículos há tempos já virou um fim de feira total.

Entre os motivos que produziram a ruína destaca-se a ocupação de espaços importantes por gente desqualificada. Entre esses, destacam-se Rodrigo Constantino e Marco Antônio Villa.

Ambos foram recentemente demitidos da Veja. Constantino, aliás, não só da Veja, mas também do jornal O Globo.

O serviço de xingamento no atacado a Dilma, Lula e ao PT já havia dado seus frutos. E ele, como bom laranja, foi descartado depois que o suco ficou pronto. Com Villa não foi diferente.

Mas eis que a revista IstoÉ anuncia a contratação de Constantino para iluminar suas páginas e comemorar os 40 anos de existência. E talvez, o último desses tantos anos, porque a revista está à beira da falência.

E não deve ficar só nisso. Na redação comenta-se que Villa também deve aportar por lá.

Antes a IstoÉ revelava talentos. Hoje, celebra refugos.

Certo, certo…

Rodrigo Constantino anda em alta, principalmente depois de ter saído da Veja. Marco Villa é detentor de grandes audiências na Jovem Pan e, assim como Constantino, muito provavelmente não foi demitido da Veja por desempenho.

Seja lá como for, é ótimo lembrar isto que o Antagonista publicou sobre a planilha com repasses do governo Dilma aos blogs petistas só em 2016:

O Antagonista teve acesso exclusivo à planilha com repasses do governo federal aos blogs petistas em 2016.

Os números incluem a verba publicitária da Secretaria de Comunicação, dada por meio de campanhas de programas oficiais, e o patrocínio de bancos públicos e estatais, como a Petrobras.

Os contratos firmados às vésperas do impeachment somam R$ 11,2 milhões – de um total de R$ 94,7 milhões gastos com publicidade na internet. Ao assumir o governo, Michel Temer determinou a suspensão dos pagamentos aos blogs e sites petistas e o cancelamento dos contratos.

– Brasil 247: 2,1 milhões

– DCM: 1,11 milhão

– Carta Maior (site): R$ 921 mil

– Forum: R$ 921 mil

– Paulo Henrique Amorim: R$ 865 mil

– Opera Mundi (Breno Altman): R$ 83 mil

– Luís Nassif: R$ 814 mil (além do contrato com a EBC)

– Carta Capital (site): R$ 664 mil

– Sidney Rezende: 409,5 mil

– CGM: R$ 359 mil

– Pragmatismo Político: 219 mil

– Blog do Esmael: 169 mil

– Viomundo (LC Azenha): R$ 166 mil

– O Cafezinho: R$ 124 mil

E então, Sr. Rovai, R$ 921 mil recebidos do governo em 2016? O senhor não tem vergonha? Não tem sequer vontade de pedir desculpas? E olhe que falamos de dinheiro público, não verbas de partido.

Constantino e Villa foram contratados por darem audiência. Não possuem histórico de “blogar” a troco de verba estatal para apoiar ditaduras. A ISTOÉ pode até receber verba estatal de anúncios, apenas por que empresas como Petrobrás e Correios não foram desestatizadas. E nem sequer são verbas desproporcionais. Já os blogs petistas citados pelo Antagonista receberam verbas desproporcionais, que jamais foram pagas a qualquer blogueiro que não estivesse na tropa bolivariana.

Renato Rovai é uma vergonha para o jornalismo por estar na lista dos blogs beneficiados com verbas desproporcionais bancadas com dinheiro do pagador de impostos. Se Constantino e Villa são “refugos”, Rovai é o quê?

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

16 COMMENTS

  1. Não dá pra levar a sério a opinião de um canalha que sempre foi sustentado por capilé estatal. A dor de cotovelo é gigantesca!!! Marco Antônio VILLA é refugo? O cara é o principal comentarista político do Jornal da Cultura e da da rádio líder em audiência no Brasil, a Jovem Pan. Rovai é uma piada, um poço amargura em consequência da irrelevância a que relegado por se dispor a ser pena de aluguel dos bandidos bolivarianos do PT.

    • Eu nem sei quem é esse tal de Rovai, mas se ele joga no time dos petralhas, mamando nossa grana, pra mim não passa de um verme, um lixo, escória. Tal qual PHA, cuja voz me dá ânsia de vômito.

  2. VEJA, que já era uma revista inchada contratou um monte de colunistas e depois não teve como manter. Falta de planejamento, a iniciativa privada também erra, mas o bom do capitalismo que uma empresa mais competente sempre ocupa o lugar da incompetente.
    ISTOÉ vai crescer no espaço deixado por VEJA. Há 20 anos atrás quem poderia imaginar ?

  3. Cara sem noção! ! Para a petralhada, jornalistas e blogueiros só servem os que apoiam o governo mais corrupto que este país já viu e que são sustentados com o dinheiro público! ! Se não se curvaram ao rei, não prestam.

  4. É interessante como a esquerda e a celebração da mediocridade fazem uma parceria incansável. O merda do Rovai não se importa em se transvestir de profissional da comunicação quando não é nada; absolutamente nada além de um militante esquerdopata a serviço de ditaduras.

    Aliás; competição e falta de ética existem em diversos setores da economia mas um bosta da área do jornalismo defendendo regimes políticos que trabalham por meio da censura na área da comunicação é o mesmo que um padre católico votar em um candidato a Papa que enfia crucifixos no próprio rabo. Ausência total de valores morais com aditivo de celebração pela conquista dessa meta.

    Rovai é a mosca do coco do cavalo do bandido de um filme de quinta categoria dirigido por Gregório Duvivier e com trilha sonora de Tico Santa Cruz; que ainda não foi aos cinemas porque o projeto não obteve recursos pela Lei Rouanet. Absolutamente Ninguém. Segue abaixo a classificação por nível de importância.

    1. Chorume
    2. Zero a esquerda
    3. Rovai

  5. Eles não tem a mais mínima vergonha. Mentem sem asco. É sistemático, isso não se aprende na escola, nos cursos superiores. São militantes com alto grau de treinamento para a guerra política. Me atrevo a dar um palpite: os próximos demitidos serão Felipe Moura e Augusto Nunes. O Reinaldo soube aguentar, virou um camaleão. Ataca os dois lados para mostrar “isenção”. A Veja virou uma revistinha de esquerda sob o comando do André Petri. Frequentemente, os Antagonistas também mostram suas tendências socialistas. O pais inteiro está contaminado com essa praga. Não podemos desistir, a luta está só começando.
    Hoje lí uma pesquisa no Políbio; por volta de 60% das pessoas são contra a privatização. Conversei com algumas pessoas e, pasmem, não sabiam o que era privatização! O ponto positivo é que explicando e mostrando as vantagens entendem facilmente. Não adianta reclamar e falar que brasileiro é analfabeto, idiota, etc. Vamos ter que fazer esse trabalho, assim como os militantes do PT.

Deixe uma resposta