Pirulla até aceita uma Escola com Partido… desde que não tome partido da religião

3
53

Me passaram um vídeo do Pirulla no qual ele argumenta contra o projeto Escola sem Partido. A argumentação é aquela tradicional divagação sem trazer uma proposta no lugar, parecendo mais uma capitulação para agradar aos desejos da extrema-esquerda.

Mas curiosamente Pirulla demonstra medo de que um projeto “Escola Sem Partido” introduza o criacionismo em salas de aula. Ora, parece que o tal “Escola com Partido” que Pirulla tanto defende só vai até a página três. A escola pode ter partido da ideologia de gênero, do marxismo e de campanhas “Fora Temer”, mas não pode falar do criacionismo. Bem conveniente.

Decerto ele pode lançar a carta do “estado laico coringa”, mas isso sempre foi uma interpretação tosca (e às vezes desonesta) do que significa o termo. Estado laico significa que uma religião não pode ser privilegiada sobre outra. E só. No fundo tanto o criacionismo como a ideologia de gênero são anticientíficas. A mesma extrapolação utilizada para vetar o criacionismo poderia ser feita para se vetar a ideologia de gênero. E o socialismo também, pois, se o estado é laico, como é possível crer em uma doutrina que fala que o dinheiro cai do céu?

Eu não quero o criacionismo ensinado em salas de aula (sou darwinista e ateu). Mas no fundo um movimento de rebeldia à doutrinação escolar faz hoje aquilo que no passado foi feito para eliminar a doutrinação religiosa. Os obscurantistas hoje estão do lado dos doutrinadores. Eu fico do lado da libertação dos alunos do abuso nas escolas e do estelionato educacional.

Tiramos o criacionismo? Ótimo. Agora é hora de tirar a ideologia de gênero, o marxismo e daí por diante…

Adendo adicionado às 23:59 do dia 26/07: Pode até ser que pareça que eu tenha ficado contra todo o vídeo do Pirulla. Não fiquei. Fiquei contra algumas capitulações dele e algumas comparações indevidas. Alterei o título também, onde eu colocava Pirulla como se fosse “contra” o ESP, mas de fato isso é injusto. Ele apenas não demonstra o senso de urgência adequado e capitula demais.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

 

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Onde fica a democracia sendo que um grupo ( 80% da população cristã) não pode ter direito de escolha do que deve ou pode ser ensinado ao seus filhos. Acho que seria mais democrático se houvesse escolas públicas em vários segmentos como por exemplo religiosa, militar, liberal. Ficaria a critério dos pais a escolha.

Deixe uma resposta