Se Dilma realmente quisesse "novas eleições", sairia do cargo primeiro

0
25

Mesmo desmascarada até pelo presidente de seu partido, Rui Falcão – que confessou que a narrativa de “novas eleições” é pura picaretagem -, Dilma segue tentando emular o truque de dizer que “lutará por novas eleições, mas somente se o cargo for devolvido” a ela. Obviamente, nem crianças cairiam neste tipo de ardil, visto que ela não tem poder algum para aplicar um plebiscito. Na verdade, iria acontecer o óbvio (conforme vemos nos sistemas bolivarianos): ela utilizaria a máquina para tentar barrar qualquer chance de plebiscito e se agarrar ao poder feito sanguessuga.

Mas o que aconteceria – em um mundo imaginário – se ela realmente acreditasse na possibilidade de “novas eleições”? Se isso fosse verdade (e não é, que fique claro), ela deveria renunciar ao cargo. Observe que não estou sugerindo que ela renuncie, pois prefiro que ela sofra o impeachment e depois seja presa por Sérgio Moro. Mas, a título de argumento, consideremos que ela realmente quer “novas eleições”. Neste caso (repito: neste caso apenas), a única alternativa seria a renúncia.

Fora do cargo, ela não precisaria mais agir como presidente de um projeto de poder bolivariano. Poderia, enfim, se dedicar a conclamar o povo brasileiro por uma demanda de “novas eleições”. Se para ocorrerem essas eleições é preciso que tanto ela como Temer renunciem, sua renúncia já seria 50% do serviço, oras. Depois ela poderia seguir pressionando pela renúncia de Temer. Fora do cargo, ela teria tempo suficiente para se dedicar a esse tipo de pressão.

Enfim, a única forma de Dilma conseguir ser levada a sério em sua narrativa de “novas eleições” é renunciando primeiro, para somente depois cuidar de pressionar pela renúncia do outro. Mas se ela nem mesmo quer sair de seu cargo, é sinal de que não está disposta a convencer o povo de realmente acreditar em sua proposta.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

Deixe uma resposta