Feliciano trabalhava no horário em que Patrícia Lélis diz ter sido violada

7
153
Jornalista e Modelo Patricia Lelis ( Caso Marco Feliciano )

Quando eu avisei que o caso de Patricia Lélis contra Marco Feliciano estava mais para o clima dos filmes noir, não estava exagerando. Fato é que a garota parece estar querendo fazer jus ao apelido de Patrícia Lelé, com o qual foi brindada nas redes sociais.  Claro que a coisa é tão confusa que não vale estabelecer vereditos. Mas um pode ser feito já de cara: a menina Lélis mentiu. E mentiu com força.

Em vídeo exibido pelo Conexão Repórter, do SBT, vemos que a acusação feita por Lélis vai para o vinagre. A figurinha carimbada havia dito ter sido violentada por Feliciano às 9h da manhã do dia 15 de junho de 2016. Só que nesse horário, o pastor participava de uma audiência com Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho.

O repórter Roberto Cabrini teve acesso às imagens das câmeras de segurança do prédio. Com isso, ele pode comprovar que de fato Feliciano estava cumprindo a agenda parlamentar.

Assim, ao menos nessa manhã, Lélis só pôde ter sido estuprada em pensamento. Ao menos é o que as câmeras mostram, em contradição com a versão da garota. Vamos aguardar as próximas cenas.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

7 COMMENTS

      • Perfeito. Não falei juridicamente e sim demonstrar a vigarice dela para exatamente desconstruir sua imagem publicamente. A partir da demolição da imagem dela com os fatos, estender aos que deste circo tiraram algum proveito político e desmarcará-los também. Que rolem os dados… Que comece o jogo…

  1. Sabe que esse cara aí do sbt não é lá essas coisas, acho que devem lembrar como ele condus o programa dele.
    O problema pra ele feliciano é que o estrago já foi feito e ele só poderia melhorar um pouco as coisas se partisse pro ataque contra a imprensa, mas isso não vai ocorrer.

  2. Além de não investigar, não pode processar e julgar quem não está no âmbito de sua competência, como os que possuem foro privilegiado. Os petistas adoram dizer que Moro nada faz contra Aécio, Serra, Alckmin, Jucá, Etc. São muito alienados ou são dissimulados mesmo!!!

Deixe uma resposta