Faustão: o apresentador de uma emissora que recebeu R$ 6,2 bi de Lula e Dilma

19
74

A extrema-esquerda está relinchando de ódio com a MP do governo Temer que prioriza o direito dos alunos receberem uma educação útil para as suas vidas. É uma oposição ao lixo que tem sido enfiado goela abaixo deles, colocando-os propositalmente como reféns de uma educação pública que tem um dos piores índices do mundo. Agora, finalmente, eles teriam o direito de escolher fugir desta barbárie educacional.

Em suma, os defensores do modelo atual de educação – que tomam essa decisão por questões partidárias e totalitárias – são verdadeiros monstros, valendo o mesmo para o apresentador Faustão, que usou seu espaço de arena para atacar  desonestamente a MP que propõe valorizar o direito do aluno ao ensino.

Explica-se: a Rede Globo recebeu R$ 6,2 bilhões em publicidade estatal dos governos Lula e Dilma. É evidente que Faustão não emitiu uma opinião, mas expôs apenas a ideia defendida por totalitários que durante 13 anos fizeram repasse de um excessivo volume de verbas estatais para a emissora que o contrata.

Isso é o que significa o Sr. Faustão: o apresentador de uma emissora que sempre apoiou ditaduras, e delas dependeu para manter boa parte de seu sustento.

A resposta para o lançamento de mentiras por Faustão deveria ser trazer à discussão o repasse de verbas estatais no formato de anúncios para a mídia. Enquanto isso, é fácil demonstrar que a MP que valoriza o direito dos alunos do ensino médio é uma proposta que desagrada à escória moral da sociedade. Ou de que outra forma podemos classificar aqueles que intencionalmente querem manter os alunos vítimas de um sistema de ensino ideologizado, inútil e profissionalmente desastroso?

Mas uma boa resposta a Faustão poderia referenciá-lo como “o apresentador da emissora que recebeu R$ 6,2 bilhões em repasse dos governos Lula e Dilma”.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

19 COMMENTS

  1. Mentira , eu não gosto do Fausto Silva, mas ele não se sujeitaria à isso, pois ele é muito rico e é um dos que mais meteu o pau no governo Dilma , balela ….

  2. Se os valores são exatos eu não sei, mas uma coisa eu sei, excluir as matérias de Artes, Educação Física bem como Sociologia e Filosofia, impede que o país se desenvolva para equiparar-se aos países mais desenvolvidos, pois os mesmos investem pesado na educação, esporte e cultura. Ainda não vislumbrei as “maravilhas” desta supressão de matérias ser tão boa para os alunos!?!?

  3. O atual modelo curricular praticado no ensino médio das escolas brasileiras foi amplamente e exaustivamente discutido desde 2007 por todos os segmentos da sociedade interessados pela melhoria da qualidade da nossa educação… Educadores, especialistas, professores, pedagogos, dirigentes educacionais , pais, e alunos, senadores, ministros, deputados, prefeitos e vereadores de todas as regiões do Brasil aprovaram o currículo e o modelo curricular que então passou a ser adotado nas escolas do país. Membros do atual governo fizeram parte daquelas discussões e na época deram o seu voto á favor do que foi estabelecido e que passou a constar do PNE 2010, esse mesmo PNE tramitou por mais de três anos na câmara e no senado até ser novamente aprovado em junho de 2014 e sancionado por Dilma Russef. Se agora se constata que os resultados de todo aquele esforço da sociedade não surtiu os resultados esperados, é bom que se frise que a responsabilidade e os erros foi de todos nesse processo, e não de um governo que tentou buscar entendimento da melhor forma que se conhece. É mais do que necessário que esse remendo de governo que aí está siga as mesmas condutas do anterior em relação ás melhorias da educação e ao invés de impor uma MP na calada da noite, assim como impôs o golpe, ele venha a discutir com a sociedade novas propostas para a resolução desse problema que é da maior importância para a construção do nosso país. A tentativa de imputar uma postura totalitária do governo anterior sobre a questão educação é patética, totalitária, ´POLÍTICO PARTIDÁRIA, digna de quem não sabe bulhufas desse tema tão complexo, o qual requer conhecimentos e cuidados muito especias. RIDÍCULOS..
    .

  4. Para que a democracia seja plenamente exercida em sua plenitude, a matéria Moral e Cívica tem que voltar ao currículo estudantil. Assim, partidos políticos como o PT não existiriam mais.

    • Concordo. Também acho que deveria repartir a educação em seguimentos como escolas militares, seguimentos cristã e liberais e analisar qual tem mais sucesso para obter mais investimentos. Daria a opção para os pais buscarem o tipo de ensino que mais o agrada.

  5. Eu gostaria de saber porque essa matéria jornalística não trouxe os dados de quanto o governo brasileiro gasta com a edução anualmente….seria importante fazer esse comparativo antes de qualquer discussão

  6. crianças, este projeto não foi modificado, foi apenas implantado, o projeto original é da “magnifica” gestão da EX-presidentA, em momento algum o PresidentO colocou que o projeto fosse de sua administração, por favor senhores vamos procurar informações para que possamos ter discussões no mesmo patamar.

Deixe uma resposta