Caso de professora demitida em gestão petista por divergir da doutrinação desafia a direita Chamberlain

1
74

É incrível como ainda existe uma parcela da direita arrogante o suficiente para rir dos argumentos contra a doutrinação escolar.

Curiosamente, uma parcela da direita resolveu se aliar aos doutrinadores, fazendo de tudo para que nada seja feito para salvar as crianças do abuso educacional, da lavagem cerebral e de diversas forma de estelionato escolar.

Para alguns deles, doutrinação “não é um problema”. Alguns dão até risada enquanto emitem tais narrativas.

Seja lá como for, assistam o vídeo abaixo. Depois falamos:

Ficam aqui algumas perguntas para essa gente arrogante.

Como fica a situação desta professora?

Como fica a imagem de vocês perante os seres humanos empáticos diante da desumanidade deste caso?

Vocês realmente vão seguir tendo coragem de dizer que a questão é apenas “do debate” em sala de aula?

Vocês realmente vão seguir fazendo aquela pose que que “não se importam” com a doutrinação escolar?

Enfim, cada um escolhe sua posição nesta batalha política. Mas aqueles que forem arrogantes diante das injustiças podem acabar se chamuscando.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

1 COMMENT

  1. “Vocês realmente vão seguir tendo coragem de dizer que a questão é apenas “do debate” em sala de aula?”

    Essa pergunta é a mais pertinente. Não sei se foi a esquerda que criou essa narrativa de mero debate ideológico em sala de aula para enganar a direita ou foi se foi a própria direita mesmo que criou sua estratégia sem uma demanda política definida, mas independente do caso; revela-se uma ingenuidade da direita abissal.

    Se foi o primeiro caso é ridículo pois a iniciativa política da Escola sem Partido é da direita, então é a direita que deveria ter (ou a menos tentar ter) o controle da narrativa e seu discurso na ponta da língua. Se foi o segundo caso, mostra uma direita ainda infantilizada no que se refere a mobilização política que não é capaz de identificar contra o que se está lutando. É preocupante de qualquer forma.

Deixe uma resposta