A Globo acertou: "regulação de mídia" é censura pura e simples

1
133

Ao final deste post vocês verão um vídeo bem enfezadinho – e repleto de legendas de propaganda petista indignadas – atacando a cena de uma novela da Globo.

Mas o que me interessa aqui não é o esperneio petista. É a cena da novela mesmo. E ali vemos o que deixou os petistas fulos da vida. Um repórter ameaçado diz a uma personagem: “Quer dizer que a regulação da mídia foi aprovada e eu nem fiquei sabendo?”.

Isso doeu para eles, pois os desmascarou sem dó. Eles sabem que a proposta de “regulação da mídia” é censura mesmo.

Veja como funciona.

Em todo país bolivariano, inicialmente a escória totalitária abre seu jogo sujo com a lei de “proibição de propriedade cruzada”. Em seguida, outras restrições são impostas, incluindo implementação de “conselhos”. Grandes empresas de mídia acabam sendo transformadas em empresas menores. A qualidade, como um todo, vai ao chão, mas para o governo totalitário isso é ótimo. A partir daí, o governo bolivariano passa a definir grande parte do conteúdo da mídia ao lançar mão da chantagem com base em verbas estatais.

E por que a redução do tamanho das empresas é tão importante? Porque isso permite que elas sejam mais vulneráveis à chantagem com base nessas verbas estatais.

Depois de tudo que vimos do relacionamento antirepublicano do PT com a mídia, fica bem claro que “regulação de meios” significa censura, somente diferente do que acontecia no regime militar por adicionar mais componentes de dissimulação.

A Globo acertou em cheio nesta questão:

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta