Precisamos urgentemente lutar pela liberdade de contribuição sindical

1
93

É certo que devemos nos referir ao imposto sindical como um imposto, jamais como ‘contribuição’, uma vez que ele é obrigatório. Porém, ao dizermos que vamos ‘lutar contra o imposto sindical’, isso não deixa a ideia devidamente clara e, o mais importante, não cria a necessária empatia nas pessoas.

Lutar contra o imposto sindical é, na prática, lutar pela liberdade de se contribuir – ou não – com os sindicatos. Isso é essencial para resolvermos um problema muito sério: o aparelhamento de sindicatos por partidos políticos. Este problema, aliás, gera coisas como as paralisações por motivação política, greves que são apenas pretextos para protestar contra o governo, etc. Afinal de contas, hoje, os sindicatos têm sua grana garantida e eles a usam para justamente atender aos interesses de determinados partidos.

Boa parte dessas invasões de escolas nem mesmo existiria se não existisse o tal imposto sindical, uma vez que elas foram em grande parte organizadas com o dinheiro de sindicatos. Aqueles que são sindicalistas profissionais vivem disso, e foi com esse dinheiro que muitos movimentos políticos aparelhados ao PT se financiaram ao longo desses anos todos.

Milhões de brasileiros são obrigados a sustentar a baderna de uma meia dúzia de políticos e sindicalistas bagunceiros, arruaceiros e pilantras? Óbvio que não. Então temos que lutar pela liberdade de contribuição sindical, na qual só irá dar dinheiro para o sindicato quem quer.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta