A derrota da Dilma americana tem sabor especial por causa da postura da mídia brasileira

4
181

De um momento para outro, boa parte da mídia “desencanou” do PT, principalmente após a derrocada do principal partido totalitário do país. Enquanto isso, a mesma mídia decidiu apostar todas as suas fichas em… Hillary Clinton.

Claro que eles sempre torceram pelo projeto de poder de Obama e Hillary, mas o detalhe é que, após a derrota petista, eles parecem ter perdido qualquer iniciativa de exibir isenção. Raras vezes vimos tantos jornalistas brasileiros agindo mais como cheerleaders de Hillary do que como jornalistas. O nível foi baixíssimo.

Para a Globo News, tanto os eleitores de Trump como os brasileiros que por ele torciam eram “nocivos” e representavam o “obscurantismo”, como se rejeitar três mandatos seguidos de um partido esquerdista fosse aderência cega a tudo que o candidato republicano falava.

A repórter Gioconda Brasil disse: “No Brasil não existe cobertura das eleições americanas. Existe torcida pela vitória de Hillary Clinton”.

O Antagonista também se uniu ao Manhattan Connection para fazer torcida organizada por Hillary.

O detalhe é que essa mídia esquerdista não parava de provocar e ofender os brasileiros que torciam contra a candidata esquerdista.

Em resumo: de uma hora para outra, muitos que denunciaram os crimes do PT pareciam fazer de tudo para que Hillary tivesse um terceiro mandato esquerdista na sequência, o que comprometeria seriamente a democracia norte-americana.

Foi principalmente a atitude dessa mídia que deu um gostinho especial não tanto à vitória de Trump, mas à derrota de Hillary, a Dilma americana.

Eu não sou o maior fã de Donald Trump, mas depois da atitude da mídia brasileira deu muito mais gosto de ver Hillary perder.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Pois é Luciano, nada contra você “não ir com a cara dele” (pelo menos não foi contra ele); mas eu sempre simpatizei com ele, e agora mais do que nunca”.

    Inclusive, acabou de ficar PROVADO que os VERDADEIROS BURROS eram todos os contrários a ele, que lhe atribuíam esse adjetivo. Mostrou ser mais inteligente do que todos eles juntos (o que não é novidade, para mim)

  2. Eu fico perplexo com os idiotas de Facebook. Hillary esquerdista, Dilma americana. Pelo amor de Deus, a idiotice prevalecerá daqui a pouco. Mais pela quantidade de idiotas do que pelo pensamento. Esta polarizacao esquerda X direita que hoje reina no Brasil é a coisa mais estupida que existe. Funciona assim: se vc não concorda com o que eu digo vc é de esquerda ou de direita, dependendo da retórica que utilizo. Esta é a maior imbecilidade do mundo.

Deixe uma resposta