Assistir a Globo News foi uma terapia na noite passada

13
103

Gioconda Brasil bem nos avisou, no final de outubro, em seu Twitter, que a cobertura jornalística sobre as eleições americanas no Brasil era uma torcida pela vitória de Hillary Clinton.

lula-advogados-tile

Se até uma repórter da Rede Globo resolveu desabafar sobre o problema, de maneira tão pública assim, isso certamente significa que a situação dentro das redações e das emissoras era até pior do que imaginamos.

Ontem, vendo a cobertura das eleições americanas, fiquei preocupado com o Guga Chacra. A expressão dele não estava boa, parecia o rosto de alguém muito triste. Merval Pereira estava mais sorumbático que o habitual. É bem provável que eles precisem de alguma ajuda. Para nós, no entanto, assisti-los foi uma terapia depois de tanto cinismo.

Meses de propaganda eleitoral Democrata na Globo News, no Grupo Folha, na Editora Abril, e tudo isso para chegar ao fim e ver o rosto tenso e preocupado de Guga Chacra, praticamente segurando o choro ao vivo. Isso é impagável!

Anúncios

13 COMMENTS

  1. “Meses de propaganda eleitoral Democrata na Globo News, no Grupo Folha, na Editora Abril, e tudo isso para chegar ao fim e ver o rosto tenso e preocupado de Guga Chacra, praticamente segurando o choro ao vivo. Isso é impagável!”

    Eles esqueceram que a população brasileira não vota nos EUA !

  2. A ridícula e parcial cobertura da mídia corporativa brasileira a um assunto tão relevante também pode ser vista neste competente texto do Sakamoto (que vai ganhar alguns seguidores mais neófitos). Ele assumiu uma posição confortável, não pular no trem em que toda a mídia foi, e aproveitou para inserir apenas dois frames no meio de um texto ponderadíssimo, em comparação com a PSDVeja, por exemplo. Os frames: liberalismo dos últimos 25 anos (mesmo que forçando a barra os neoliberais, termo que não uso, foram a trinca Helmut koln, Reagan e Tatcher, ou seja há mais de 25 anos NAO HÁ POLÍTICO LIBERAL.

    O outro frame é mais ligado ao candidato e defesa das minorias (que para a esquerda passa de 50%): os brancos estão no podrr desde wue chegaram a América.

    É demais mas ele não chegou a falar com desgosto dos “POBRES DE DIREITA”. A grsnde mídia fez todo o jogo sujo pro Sakalmoto.

    http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2016/11/09/trump-e-tosco-menos-porem-que-o-personagem-trump-quis-aparentar-ser/

  3. O grande choro e desespero da mídia não é por Hillary ter perdido, o choro é porque ficou claro para todos, jornalistas, celebridades e outras prostitutas do poder, que eles não tem mais a influencia que queriam, seu valor de “mercado” caiu absurdamente, fora o ego ferido ao verem que, sua opiniões antes tão valorizadas agora são desprezadas.

  4. Para as viúvas da Hillary:

    Lorazepam 2mg.
    Tomar um comprimido duas vezes ao dia, durante OITO ANOS.

    É o tempo que vcs vão ter que aguentar os republicanos no poder. Hohoho!

Deixe uma resposta