As feministas que jamais criticaram o "primeiro-damismo" de Michele Obama e Marisa Letícia

1
131

Se você ouviu em qualquer lugar o discurso de que “há um problema relacionado ao ‘primeiro-damismo’ com a presença de Marcela Temer” e agora está ouvindo a mesma conversa com a eleição de Donald Trump – e a subsequente crítica à Melania Trump, esposa do candidato republicano vencedor -, já pode ter a certeza de estar diante de uma pessoa hipócrita, desonesta e ausente do menor traço de empatia com as mulheres.

O discurso adotado por esquerdistas – e aqui não falamos apenas da extrema-esquerda brasileira, como da esquerda genérica americana – vai muito além do machismo mais cretino. É também misógino.

Prova maior disso está no fato de que nada foi dito quanto à Marisa Letícia, esposa do ex-presidente bolivariano Lula. Marisa hoje está sendo investigada por corrupção. Mas o que importa é que ela nunca passou de ser apenas uma primeira-dama. Se Marisa não foi critica enquanto Marcela está, então já temos um preconceito claro.

Michele Obama também não foi criticada tanto quanto está sendo feito com Melanie Trump. Claro que os esquerdistas poderão apelar à distinção de emergência, dizendo que Michele trabalha como advogada, mas tal truque vira pó diante do fato de que Melanie trabalha como modelo. Logo, se ambas trabalham, não há um argumento que preste para sustentar o ataque à Melanie.

Logo, duas mulheres foram selecionadas de modo unicamente discricionário para serem atacadas pela esquerda (nos EUA) e a extrema-esquerda (no Brasil). A prova dessa arbitrariedade no ataque à ambas está no fato de que Michelle Obama pertence à mesma classe profissional de Melanie Trump – ou seja, a esposa de um presidente e que trabalha. Da mesma forma, Marisa Letícia pertence à mesma categoria das primeiras-damas da qual faz parte Marcela Temer.

Diante disso, a catalogação de Melanie Trump e Marcela Temer como alvos de ataque mostra como a esquerda é cruel em seu machismo. A cada ataque machista da esquerda à Melanie Trump e à Marcela Temer, é preciso rebater com a exposição da hipocrisia dessa gente, que nada falou contra Michelle Obama e Marisa Letícia. Com isso, ficará claro que boa parte da esquerda está exibindo unicamente demonstrações claras de ódio às mulheres.

Anúncios

1 COMMENT

  1. O pior é ver autodeclarados “conservadores” e até “liberais” caindo como patinhos nessa jogada e repetindo como papagaios raivosos esses ataques contra a Marcela Temer.

Deixe uma resposta