A invasão do Congresso neste 16/11 é culpa das autoridades que as 'convocaram'

4
123

As autoridades passaram quase dois meses dizendo que “invadir é belo e moral”, tanto que deixaram as invasões de escolas ocorrerem normalmente. Não bastasse apenas fazer vista grossa e deixar a barbárie rolar, o poder público e a mídia em grande parte ainda incentivaram que isso acontecesse. Houve até documento emitido pela Defensoria Pública da União que passou a mão na cabeça dos invasores.

Imagine uma família com vários filhos, sendo que dois irmãos gêmeos. Um dos filhos fica acordado todos os dias até as 3 da manhã. O outro entende a “lição” e resolve, por um único dia, ficar acordado até tarde. É quando o pai diz: “Aqui o horário de dormir é meia noite”. Porém, ele mesmo, o pai, ensinou que ficar acordado até a madrugada era o padrão ao deixar o outro filho fazer. Ou seja, as autoridades “ensinaram” o povo que “invadir é belo e moral.”

Um governo que só deixa um dos grupos invadir demonstra preferência, desrespeito o povo, além de ensinar comportamentos indevidos. Ensinados a “invadir” – pois as invasões de escolas tem sido tratadas com malemolência, bem como qualquer invasão feita pela UNE e o MST seria tratada, ontem uma parte dos brasileiros (que estavam errados, é verdade), foram ensinados que eles devem ser tratados como cidadãos de segunda classe ao serem aprisionados por fazer exatamente aquilo que os milicianos pró-PT sempre fizeram e estão fazendo mais ostensivamente há algumas semanas.

Ao comunicar o povo que “invasões estão liberadas”, as autoridades incentivaram a balbúrdia ocorrida ontem no Congresso. Ao punir apenas os invasores deste 16/11, no entanto, conseguiram estragar o que já era ruim: demonstraram que a lei só vale para alguns e formalizaram isso às claras.

Punir os invasores do Congresso é uma obrigação, mas a partir do momento em que se diz que “só vai preso um invasor que não estiver ligado ao PT” o estado de direito perde o sentido. Agora a batata quente ficou na mão daqueles que ocupam os três poderes. A resposta que essas pessoas darão diante das invasões pró-PT pode determinar se o povo irá se revoltar ainda mais ou não.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. A culpa é toda nossa, colocamos e até exigimos que eles se mantenham lá com a ideia de democracia e estado de direito
    Somos culpados porque ao invés de acabar com essa corja, aceitamos sem contestar e ainda fazemos campanha, vote no menos pior.
    É nesse ponto que chegamos, não votamos mais naquele que vai melhorar algo, votamos naquele que destruirá menos

  2. A matéria está correta em sua avaliação. Entretanto, antes de ler, apenas com base na manchete, eu tive a impressão de que a autoridade responsável pela “convocação” a que seria feita referência seria o Olavo de Carvalho.

Deixe uma resposta