MBL acerta no frame ao convocar manifestação de hoje

3
145

O Movimento Brasil Livre convocou para hoje, no final da tarde, um ato em Brasília, no gramado do Congresso Nacional. O momento é propício, pois os ânimos populares estão muito acirrados devido às manobras que os parlamentares vem fazendo, tentando escapar das medidas contra a corrupção e manter o foro privilegiado.

Na convocação, o MBL deixa claras as pautas:

  1. Fim do Foro Privilegiado
  2. Apoio às medidas contra a corrupção
  3. #ForaRenan

Só o fato de exigir a saída do presidente do Senado mais corrupto que já ocupou a casa é um acerto e tanto, e este é o momento certo. Dilma caiu, Eduardo Cunha também, é a vez de Renan, a outra ponta de lança que ajudou o PT a chegar onde chegou. Ademais, o senador é envolvido em escândalos diversos, incluindo tentativa de obstrução da Justiça.

O apoio às medidas de combate a corrupção é outro grande acerto. No momento, o MBL precisava mesmo canalizar a revolta das ruas contra o poder público, e este assunto não sai dos noticiários há semanas. Dadas as manobras que os deputados vem tentando fazer para derrubar o relatório de Lorenzoni, estava mesmo na hora de pressionar.

O fim do foro privilegiado é outra das questões do momento. Já deu para perceber que o STF é extremamente leniente com corruptos, está mais do que na hora de acabar com essa regalia. Obviamente, os parlamentares e políticos em geral não estão muito interessados nisso.

É difícil, no Brasil atual, encontrar movimentos políticos que estejam tão organizados e concentrados em seus objetivos à direita do espectro político. O MBL é, pelo menos hoje, talvez o único que tenha noções de guerra política.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Essa não concordo. O Renan tem os problemas dele, é sabido, porém é o único que peita o judiciário. Salários e regalias exorbitantes no judiciário e ninguém fala nada, qdo é pra prestar serviço a população e usar de celeridade não o fazem. Os poderes tem de ser harmônicos e correlacionados. Por que pode tudo pra eles e a classe política que está errada. As medidas são essências tbm, eu apoio. Cabem algumas revisões. Veremos o que dá. O problema é que no Brasil a culpa é sempre do político, a mídia e o Judiciário podem tudo e não tem culpa em nada. Muita hipocrisia.

Deixe uma resposta