Professores de 27 federais aprovam greve. Temer vai começar a "falar" politicamente?

0
60

Como se lê no UOL, surge no horizonte uma nova armação das milícias pró-PT: é a “greve” de professores de universidades federais – ao todo, 27 delas – para protestar contra a PEC 241 e a reforma do ensino médio. A greve está planejada para começar nesta quinta (24).

A maioria das instituições é de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pernambuco. Como não poderia ser diferente, vai começar uma nova batalha de frames. Se faz urgente que finalmente o governo Temer se posicione de modo adulto em termos de discurso.

Os milicianos dirão que Temer “é uma pessoa má, que quer destruir a saúde e a educação”. Mentirão sem parar. Mas todas as mentiras terão um foco: expor Temer como uma pessoa má cuja principal intenção seria “destruir direitos”. Enquanto isso, se Temer seguir o padrão recente poderá dizer: “Ah, eles apenas não leram a PEC”.

Quer dizer: enquanto os petistas o chamarão de uma pessoa cruel, ele os rotularia de “coitados enganados”. É pedir para perder a batalha de frames – mais uma vez – tornar tudo mais desgastante e danoso para seu governo.

Creio que já chegou o momento de exigirmos que o governo Temer se posicione em termos de linguagem.

Dicas de alguns textos sobre a linguagem adequada a ser utilizada:

Agora vamos assistir os próximos passos: caso Temer decida partir para este tipo de guerra de narrativas, pode implodir os petistas. Caso contrário, tende a se desgastar ainda mais.

Anúncios

Deixe uma resposta