Começou a guerra pela liberdade de expressão: BuzzFeed diz que Sul Connection produz "fake news" e é obrigado a voltar atrás

1
179
Insubordinate man with zipped mouth

Primeiramente, vamos ao que disse Eduardo Bisotto, diretor do site Sul Connection, acerca do caso. Depois farei minha análise:

“O lado bom de ver a política como ela é – e o adversário como ele é, ao invés de como ele se declara – é que nunca nos surpreendemos. Quase sempre podemos dizer: “Por que eu não estou surpreso?”.

Publicada às 08h59 da manhã de ontem pelo site BuzzFeed, uma matéria requentava no Brasil uma pauta que virou mantra para a mídia mainstream dos Estados Unidos: o problema dos sites das chamadas “fake news” (notícias falsas), espalhadores de hoax (boatos) na internet. Não tomamos conhecimento deste material até o começo da tarde de hoje, quando fomos avisados por amigos. Qual não foi a surpresa ao ver o SulConnection listado entre os sites que espalham boatos, com uma matéria que tão somente repercutia ipsis litteris uma fala do Decano do Supremo Tribunal Federal, Ministro Celso de Mello.

Vale resssaltar que após contato de nosso editor, Guilherme Macalossi, o autor da matéria, jornalista Alexandre Aragão a corrigiu, retirando o Sul Connection da lista dos propagadores de notícias falsas. É claro que, de qualquer forma,  nesta altura o dano já está feito.

A partir daí, seguimos toda a trilha de sua repercussão. Lamentavelmente, vários veículos a repercutiram sem o menor censo crítico, nenhum deles se preocupando em entrar em contato conosco para eventuais esclarecimentos e nossa imagem foi bastante abalada. Foi por este motivo que hoje o nosso Portal teve menos atualizações que nos últimos dias: estávamos buscando através dos meios necessários a reparação de nossa honra. Levaremos este caso até suas últimas consqüências.

Por orientação da nossa Assessoria Jurídica não iremos tecer maiores considerações sobre nossa opinião em relação a este caso, buscando evitar qualquer prejuízo de ordem legal. Mas garantimos aos nossos leitores, apoiadores e parceiros: nossa honra não será vilipendiada sem luta. A censura não triunfará. Não nos intimidaremos.” [FONTE: Sul Connection]

É bom deixar claro que muito me satisfaz ver alguém usando os termos corretos. Bisotto acertou em cheio ao deixar claro que procurará meio jurídicos de retaliação. A notícia gerada pelo BuzzFeed do Brasil foi a fonte de várias outras, inclusive de uma que foi publicada no UOL, na coluna Olhar Digital. Mesmo que o BuzzFeed tenha “voltado atrás”, ainda assim ele causou dano. Além disso é importante ter em mente que o ato foi intencional – no caso, mal intencionado – e isso parece que Eduardo Bisotto entende muito bem.

Olhando a lista que foi publicada no BuzzFeed, fica claro que colocaram o Sul Connection apenas para prejudicar a imagem do site e nada mais, nada menos. O site apareceu ao lado de “Brasil Verde-Amarelo”, “A Folha Brasil” e até “Joselito Muller”, e a matéria que é citada como “fake news” foi justamente uma matéria que sequer era de opinião, mas que apenas relatava uma informação (verídica, aliás).

É bom que o BuzzFeed tenha voltado atrás, assim eles geraram provas contra eles próprios. Veja a ironia: o site posta uma lista de dez matérias falsas e, na própria lista, coloca uma informação errônea. Como Bisotto coloca, de qualquer forma, o dano já foi feito e deve ser reparado. É bom que haja um processo contra  o BuzzFeed e contra os demais sites que divulgaram a mentira.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta