PSOL lamentou a morte de Fidel e isso encerra, de uma vez por todas, uma velha discussão

5
88

Com direito até a uma versão em espanhol, o site oficial do Partido Socialismo e ‘Liberdade”, o PSOL, publicou uma nota de pesar pela morte de Fidel Castro. Veja abaixo:

“O Partido Socialismo e Liberdade manifesta seu pesar pelo falecimento do ex-presidente de Cuba, Fidel Castro Ruz. Líder de uma revolução vitoriosa, defensor da paz mundial e principal nome da luta pelo socialismo na segunda metade do século XX, Fidel Castro tornou-se referência na luta contra o imperialismo e as injustiças em nosso tempo. Sua partida, porém, não marca o fim da luta pelo socialismo em Cuba. Sua memória e exemplo seguirão inspirando gerações de lutadores em todo o mundo. Parafraseando o cantor da revolução, Ali Primera, “os que morrem pela vida não podem ser chamados de mortos”. Fidel segue vivo no sonho de justiça e liberdade de cada latino-americano.”

Partido Socialismo e Liberdade
Brasil, 26 de novembro de 2016

Embora a maioria das pessoas alinhadas à direita já soubessem, ainda existia uma certa discussão a respeito da new left e se ela era ou não uma repaginação do que o socialismo sempre foi: perverso, nefasto e adorado por psicopatas.

O PSOL é, no entanto, um partido pior do que os demais, pois ele é muito mais hipócrita, muito mais dissimulado e cínico. Em 2014, por exemplo, Luciana Genro deu entrevista ao programa de Danilo Gentili e fez aquele já conhecido discursinho da “nova” esquerda, dizendo que as experiências socialistas existentes “não eram socialismo real”, referindo-se justamente a URSS e Cuba, que foram mencionadas pelo apresentador.

“Você tem que estudar mais”, disse Luciana, na maior cara de pau, negando que apoiasse o regime cubano como um exemplo de socialismo válido. E ela não é a única. Se você questionar frontalmente boa parte dos membros do partido, ou mesmo da new left de modo geral, a postura sempre será a de negar que Cuba ou União Soviética tenham sido “o socialismo de verdade”. Eu, aliás, fiz isso pessoalmente no sábado. Contestei um membro do PSOL de minha cidade, um homem que preside o partido, e ele me disse que apesar de admirar a revolução cubana acreditava que a ditadura de Fidel não tinha sido boa.

Esse cinismo é comum, acontece há décadas. No entanto, essa nota de pesar do partido em seu site oficial demonstra que há não apenas admiração pela figura de Fidel, mas também pelo seu regime nefasto, violento e sangrento. É por isso que não devemos baixar a guarda diante de socialistas espertos que fingem ser bonzinhos. Na prática, o que eles querem é o mesmo que queriam os revolucionários do século passado: a nossa cabeça pendurada em uma corda.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. É incrivel como a estupides a ignorância, a má fé a hipocrisia não possui limites. Como é que pode existir ainda esse tipo de ser que só olha para si mesmo e se envaidece com sua propria estupides congenita e doentia. Um individuo como fidel – ser homenageado? como? como podem existir pessoas desse tipo? fico todos os dias cada vez mais chocado e desiludido com a raça humana que agindo, pensando assim querem ser chamados de seres humanos.

  2. Não dá para fazer comentário sério. Genocida unico qualificativo possível na língua portuguesa para nomear este celerado que se foi. Aos brasileiros fãs de elementos deste tipo, são verdadeiros lambedores de urinóis de maginais.

  3. “Sua partida, porém, não marca o fim da luta pelo socialismo em Cuba”
    Cuba ainda está lutando pelo socialismo?
    Ainda, os comparsas dos petistas entraram com pedido de impeachmet. Deveriam estar todos presos.

  4. Deles já não se esperava nada mesmo. Pior é boa parte da imprensa, inclusive aquela que é, no imaginário popular, associada à Direita, enaltecer o criminoso.

Deixe uma resposta