Quem ainda tem coragem de se unir com a extrema-esquerda depois da barbárie desta terça?

3
95

Hoje as milícias pró-PT tocaram o terror em Brasília. Queimaram carros, jogaram coquetéis molotov na polícia, agrediram pessoas inocentes, tentaram dar uma flechada fatal em um policial e incendiaram um prédio.

Enquanto isso, comentou-se por aí que alguns movimentos iriam se aliar à extrema-esquerda e até adotar as narrativas de partidos como PT, PCdoB e PSOL. Vale lembrar que hoje Carla Zambelli, do Nas Ruas, fez um vídeo para eliminar as expectativas de que seu movimento fosse um destes grupos. Ainda assim, existem indícios de que talvez um outro grupo talvez pensasse nessa união.

Seja lá como for, a barbárie acontecida hoje em Brasília deve dar o argumento final contra qualquer tipo de aliança.

Para início de conversa, a bandeira “Fora Temer” pertence à extrema-esquerda, e visa unicamente desgastar o governo atual para aumentar a popularidade de suas opções atuais, Ciro Gomes e Marina Silva. Naturalmente devemos pressionar o governo Temer, mas exigir sua saída sem qualquer razão – e com uma afobação jamais demonstrada contra o PT, que ficou mais de década no poder antes que surgisse um sólido pedido de impeachment contra Dilma – é evidentemente cair nos truques socialistas.

A extrema-esquerda está rangendo os dentes de ódio com medidas como a PEC antipedalada, pois é parte do plano dessa gente gastar um dinheiro que o Brasil não tem para solidificar uma ditadura, tal como já foi feito na Venezuela. Estão fulos da vida com a reforma do ensino médio, pois isso dá mais opções aos alunos que quiserem um ensino mais profissionalizante (e que vai reduzir o abuso hoje praticado contra estes mesmos alunos). Agora tremem de pavor ante à possibilidade do fim do imposto sindical. Estão se rasgando há meses com o fim da distribuição de verbas aos blogs aparelhados pelo PT. Em resumo, o governo atual – que ainda deve ser pressionado para se posicionar mais fortemente em algumas questões urgentes – pode não ser exatamente aquilo que queremos, mas tem motivos de sobra para ser odiado pelos partidos da extrema-esquerda, que só querem destruir o Brasil em nome de seu partido.

É claro que diante daquilo pelo que eles lutam nós devemos nos opor na quase totalidade das vezes. Ademais, os métodos dessa gente são os métodos das piores quadrilhas, apelando à violência e ao barbarismo para tentar impor sua vontade. É exatamente o oposto de como agem os movimentos democráticos que pediram o impeachment, se manifestando sem violência e nutrindo apreço pela democracia, pela liberdade e pela real luta contra a corrupção.

Marchar ao lado de monstros como os que vandalizaram Brasília hoje é como ver um resistente judeu, em plena Segunda Guerra Mundial, se aliando ao exército nazista. Mas se ainda precisávamos de algum argumento, agora eles já não são mais necessários: as imagens do horror causado pelas milícias pró-PT nesta terça já são suficientes para transformar em crime moral qualquer marcha de algum movimento democrático ao lado deles.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Acabei de ler um comentário-proposta no Antagonista.

    VAMOS APOIAR ISSO:

    http://fimdoforoprivilegiado.com (todos iguais perante a lei, por fajutas que sejam: NENHUM PRIVILEGIADO)

    Rafael Londrina 4 minutos atrás
    Bom dia, tudo bem?
    Hoje, Quarta-feira (30-11-16)Eu lancei um site/campanha de apoio ao fim do foro privilegiado.

    Deixa eu me apresentar, meu nome é Rafael, moro em Londrina/PR e não tenho vínculo algum com políticos, partidos e qualquer tipo de movimento de Rua (MBL, VemPraRua, etc). Como moro fora dos grandes centros, pensei que criando um site/campanha eu poderia ajudar um pouco mesmo que fosse a longa distancia.

    Tentei ajuda do Antagonista pra divulgar, mas pelo visto, pra eles não interessa, então segue o link pra quem quiser ajudar.

    http://fimdoforoprivilegiado.com

    Seria ótimo divulgar ao máximo essa iniciativa do Rafael.

    Aliás eu, mais tarde, proporia o FIM dos TRIBUNAIS SUPERIORES, devendo estes SEREM SUBSTITUÍDOS POR COLEGIADOS ou COMISSÕES de JUIZES de 1ª instancia SORTEADOS ALEATÓRIAMENTE entre os com mais de 10 anos de atuação.

    Assim CADA COLEGIADO TERIA UM NÙMERO MÁXIMO de PROCESSOS para JULGAR, havendo VÁRIOS SORTEIOS de COLEGIADOS.

    AÍ SIM, se teria possibilidade de JUSTIÇA e não de vagabundagem jurídica.

  2. Luciano tu é bom de guerra política.
    Discordamos algumas vezes, mas que tens inteligência é algo inegável.
    Se existisse uns 1000 Lucianos no bananão a esquerda jamais teria conseguido tanto progresso.

    Infelizmente a ideologia inventada no ocaso do império romano foi o POLÍTICAMENTE CORRETO da ÉPOCA para NEUTRALISAR REAÇÕES afeminando o povo ao CRIMINALIZAR (pecadizar) a legitima defesa.

    A FARSA SE REPETE COMO HISTÓRIA!

    As disputas pelo PODER no já incontrolável Império Romano (grande demais e caro demais) acabaram levando a que a IDEOLOGIA QUINTA COLUNA (inoculada na “tropa” adversária – sociedade explorada pelo governo – para ABALAR o MORAL da TROPA e torna-la sem ímpeto para reação) ainda levou a uma união de sertores políticos com os BÁRBAROS a fim de se postarem no PODER.
    Isso resultou na implantação do FEUDALISMO, onde lideres políticos e guerreiros foram agraciados com os TÍTULOS de NOBREZA que os fazia RECEBEDORES de IMPOSTOS dos, então, SERVOS de GLEBA que ocupavam lotes de terra ditos “SOB PROTEÇÃO” dos tais senhores feudais que logo se fizeram proprietários dos títulos de nobreza e dos feudos, então feitos hereditários.

    Bem, podemos suspeitar que os maníacos ISLAMICOS são os NEO-BÁRBAROS aos quais tentam se aliar os políticos de esquerda APÓS A QUEDA DO MURO DE BERLIN.

    Sem a IDEOLOGIA FARISAICA do Socialismo e a visivel decadência do “IMPÉRIO dos RUFIÕES” que a ideologia socialista implantou, resta aos ambiciosos de PODER tentarem tudo nesta disputa para se imporem como RECEBEDORES de IMPOSTOS que VIVEM do PODER e NÃO do TRABALHIO.

    Vendo o que ocorre na Europa, EUA e mesmo nos paisecos bananeiros após a INSUSTENTABILIDADE do SOCIALISMO (poder absoluto para hierarquia estatal) não resisto a fazer uma comparação com o desenrolar da queda do Império Romano, que cresceu demais e tornou-se caro demais por necessitar de comprar cada vez mais apoio. Nem mesmo o PIEGUISMO da ideologia quinta coluna foi capaz de acalmar as massas imbecilizadas e por fim a união com os bárbaros numa tentativa desesperada de disputar ou manter-se no PODER.

    Não resisto a fazer esta comparação. Antes o IMPÉRIO ROMANO e agora o IMPÉRIO dos RUFIÕES começa a ruir pelo seu crescimento excessivo.

    Abs.

Deixe uma resposta