Calero é o 'homem-bombinha' da República das Bananas

11
122

Primeiro é preciso ter um fato em mente: Calero mentiu, e mentiu muito. Quando tudo isso começou, após sua demissão, o ex-ministro disse categoricamente que tinha provas contra Temer e outros dois ministros, Geddel e Padilha. Ele disse que tinha até mesmo gravações que implicavam os três.

Enquanto não lhe foi cobrado apresentar as evidências que disse ter, Calero aproveitou para fazer o maior escândalo. Acusou várias pessoas, disse que o próprio presidente o pressionou a ajudar Geddel e que isso o fez pedir demissão. Estranhamente, antes mesmo de as gravações virem a tona, ele próprio recuou. Em sua entrevista de domingo ao Fantástico ele se desmentiu, dizendo que não tinha gravado Temer em seu gabinete, mas apenas ao telefone.

A gravação da conversa, quando veio a tona, não podia ser mais decepcionante. Não havia nada. Nada mesmo. Toda a conversa foi banal. Calero e Temer falaram brevemente sobre o pedido de demissão do então ministro, Temer se desculpou por ter insistido para ele não sair, e só. Nada além disso. Um diálogo tão banal que não serviria nem para uma matéria contra Temer no Brasil 247.

Calero prometeu ser o “homem-bomba” da República, mas no fim foi só o “homem-bombinha”. Não explodiu nada, só fez um ruído meio chato e acabou.

Anúncios

11 COMMENTS

  1. Foi um comunistazinho infiltrado num governo de esquerdistas ou, no mínimo, de cúmplices e idiotas-úteis de esquerdistas. Ele foi pressionado, sim, ao que tudo indica, pelo proprio Temer, mas não só por ele; também pelo Geddel, claro!, e pelo Padilha. É uma bandalheira toda, para a qual somos obrigados a fechar os olhos agora, para não nos sentirmos iguais aos petistas e nem precisarmos debater crime de responsabildade.

    Nós nos livramos do PT no govermo, mas não nos livramos do PT, que deveria ser cassado e não é, e muito menos da esquerda, que continua mais atrevida do que nunca.O governo Temer é paret da herança maldita que o PT nos deicou, não há como tergiversar a respeito Enquanto isso, supostos direitistas, como Reinaldo Azevedo, a “Mônica Bérgamo dos Tucanos”, agem como se fossem desinformantes dos bandidos da política do crime organizado. Onde iremos parar?.

    • O PT, PMDB (principalmente), PSDB, DEM e todas as demais siglas desse cancro que é a política corrupta do nosso país deveriam ser banidas e extintas.

  2. Acredito que devemos trabalhar sobre os fatos. O problema é que as notícias que nos são transmitidas pela imprensa podem não ser a versão real dos fatos. Pelo menos não de TODOS os fatos. Podem ter sido feitos acordos de bastidores para omitir do público certas verdades inconvenientes, talvez até mesmo em relação ao Presidente. Não acharia isso de todo impossível ou errado. Afinal a situação política atual do país pede um pouco de prudência da parte de todos os seus atores.

    Por isso, sou favorável a termos um pouco de reserva quanto a afirmar que toda a verdade do episódio foi apresentada pela rede Globo, no Fantástico.

Deixe uma resposta