Tiago Pavinatto demonstra que Jean Wyllys é um inimigo do movimento LGBT

1
372
13/08/2015. Crédito: Minervino Junior/CB/D.A Press Brasil. Brasília - DF. Entrevista com o deputado federal Jean Willys (PSOL-RJ).

Um dos mais autoritários deputados de que se tem notícia, Jean Wyllys (do PSOL), tem dado contínuos shows de selvageria e fascismo, sempre na tentativa de intimidar qualquer um que se oponha às suas ideias.

Enquanto age sem qualquer tipo de respeito à civilização, Wyllys vive enganando muita gente se declarando um “representante do movimento LGBT”.

Mas será verdade?

Pois veja esta lacração de Tiago Pavinatto em entrevista ao programa Pânico:

Enfim, Pavinatto sintetizou muito bem em que pé está a situação.

Jean Wyllys não pode ser considerado um representante de qualquer minoria, pois sua atitude autoritária, anticivilizada, histérica e baseada em duplo padrão é uma verdadeira queimação de filme.

Se Wyllys pelo menos falasse por si próprio, seu fascismo doentio traria pouco dano ao movimento LGBT. Mas ao falar em nome de um grupo, toda a baixaria respinga em pessoas que não merecem tal injustiça.

É preciso começar a expor Wyllys como ele é: um inimigo do movimento LGBT, que fez carreira transformando uma minoria em sua massa de manobra.

Já passamos da hora de fazer Wyllys pagar o preço de seu oportunismo. A participação de Pavinatto no programa Pânico é um começo desta cobrança. Que seja apenas o começo!

Anúncios

1 COMMENT

  1. Um desequilibrado, incoerente e falso intelectual. Só fala asneira e não tem postura de parlamentar.Chega a ter a uma mente doentia de quem pensa diferente dele.Tinha q ser um ex bbb.

Deixe uma resposta