Madonna disse que Trump ganhou porque "mulheres odeiam mulheres"

5
57
(FILES) This file photo taken on September 15, 2016 shows US singer-songwriter Madonna poses arriving on the carpet to attend a special screening of the film "The Beatles Eight Days A Week: The Touring Years" in London. Madonna is voicing despair over Donald Trump's election victory and blamed women, saying they had a "tribal inability" to accept a female president. The election "felt like a combination of the heartbreak and betrayal you feel when someone you love more than anything leaves you, and also a death," the pop icon told Billboard magazine in an interview published December 5, 2016. / AFP / Ben STANSALL

A nova cientista política do momento é Madonna, que ainda não se recuperou psicologicamente da derrota de Hillary. Ela disse: “Eu me sinto como se alguém tivesse morrido”.

Ela segue: “Eu sinto uma combinação de coração partido e traição quando você percebe que alguém que você ama mais que qualquer coisa deixou você, ou morreu. Eu me sinto assim toda manhã: eu acordo e digo, ‘ei, espere, Donald Trump ainda é o presidente’, e isso não é apenas um pesadelo. Parece que algumas mulheres nos traíram. A porcentagem de mulheres que votou em Trump foi assustadoramente alta”.

Daí vem a tese: “Mulheres odeiam mulheres. Isso é o que eu acho. A natureza das mulheres não é baseada em apoiar outras mulheres. É realmente triste”, ela explicou. “Os homens protegem uns aos outros, e as mulheres protegem seus maridos e filhos.”

E ela estava inspirada: “Muito disso tem a ver com inveja e algum tipo de inabilidade tribal de aceitar que outra como você pode liderar uma nação. Outros normalmente não se importaram em votar porque eles não gostavam de qualquer um dos candidatos, ou não pensavam que Trump tinha qualquer chance. Eles tiraram as mãos do volante e o carro bateu”.

Onde será que ela fez esse curso de ciência política?

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Ela demonstra uma misoginia em alto grau, não no sentido sexual, mas no sentido, “odeio mulheres”.
    Ou seja, o seu discurso de acusar “todas” as mulheres de odiar mulher, cabe a ela exponencialmente, pois ela não odeia uma mulher (Hilary) que despreza os pobres, mas sim todas as mulheres que lutam, batalham, sobrevivem para manter uma familia composta de Homem, Mulher e filhos.
    É isso que ela odeia ,todas as familias.

Deixe uma resposta