Chega de truque: Jon Stewart reconhece que os eleitores de Trump não são racistas

1
69

A esquerda está ficando cada vez com a imagem de grupo político que depende de campanhas de ódio e discriminação para fins políticos. A grande novidade deste 2016 é que o jogo esquerdista está gerando um Efeito Bumerangue, que está sendo utilizado contra eles. Ou seja, uma política de ressentimento pode justificadamente ser utilizada contra a esquerda por esta ter sido tão baixa durante tanto tempo. Mas foi a própria esquerda que escolheu discriminar opositores deste jeito.

Em resumo, o esquerdista não é mais apenas alguém com ideias perversas, mas alguém que, na promoção de suas perversidades, muitas vezes lançou uma falsa acusação de racismo contra você.

Talvez por isso alguns esquerdistas da mídia estão questionando sua própria estratégia, como é o caso do comediante pró-Hillary Jon Stewart que disse – conforme o Red Alert Politics – conhecer muitos profissionais de atendimento de emergência que votaram em Trump: “Um monte deles votou por Trump”.

Ele disse: “As mesmas pessoas que votaram em Trump são capazes de entrar em prédios em chamas e salvar quem quer que seja, sem se importar com a cor daqueles que estão salvando, nem com sua religião e iriam fazê-lo de novo amanhã”.

Certo, Stewart, mas isso tudo que você disse é apenas mais um fator para demonstrar o quão depravados são os esquerdistas que tentam obter resultados políticos dizendo que os adversários são “racistas” sem motivo para tal. Vamos expô-los cada vez mais por agirem assim. Falsa acusação de racismo é sempre um crime moral. E eles vão pagar o preço moral por cometê-lo.

Em tempo: não deixe o “mea culpa” de Jon Stewart te relaxar, pois para cada esquerdista reconhecendo seus truques desonestos, em atitude de “pedido de desculpas”, teremos no mínimo 10 ou até 100 que continuam a praticá-los.

Anúncios

1 COMMENT

  1. Não é raro que alguns esquerdistas abandonem sua militância quando as coisas “ficam as claras” por assim dizer. Como recomendava a KGB para espiões encarregados da subversão em países alvos da antiga URSS; não chame comunistas idealistas para militar pelo comunismo; quem nunca viveu na pele o inferno que é; poderá abandonar o movimento e se tornar o pior inimigo. Convoque mentirosos, criminosos, sociopatas e todo tipo de inimigo do Estado.

    Concordo que não devemos baixar a guarda e por isso dar um atestado de honestidade para Jon Stewart. Já vi outro jornalista esquerdista expondo essa mesma situação com outras palavras. A mídia mainstream está com a credibilidade mais baixa que uma folha de papel deitada e precisa de um front de contenção de perdas de audiência.

Deixe uma resposta