Eleição de Dilma como uma das "mulheres do ano" pela Financial Times implode mais uma narrativa

0
66

Os petistas estão perdidões ultimamente. Resolveram comemorar uma capa da Financial Times, que apenas agiu como os meios esquerdistas (ou seja, mentindo). Veja esta análise do Jornalivre:

O jornal britânico Financial Times escolheu Dilma Rouseff para uma série de entrevistas com as consideradas pelo “Mulheres do Ano” pelo periódico.

O jornal, bastante tendencioso, deu espaço para a ex-presidente dizer algumas das mentiras habituais a que nós brasileiros já estamos acostumados, como a de que uma suposta crise financeira global está por trás dos problemas da economia brasileira. A reportagem diz em certo momento que o governo Dilma foi criticado por promover políticas que ajudam os mais pobres, que como sabemos é uma grande mentira.

Seja lá como for, a narrativa criada pelo Financial Times veio fora de hora, pois não será suficiente para recuperar a imagem desgastada e não irá recuperar seu cargo, merecidamente retirado no impeachment.

Dilma será lembrada como uma pessoa cruel e sádica que destruiu a economia de propósito em seu crime fiscal. Com o abalo da imagem da mídia esquerdista perante os leitores, a narrativa criada pela Financial Times não irá ajudá-la muito nesse sentido.

Mas, por outro lado, isso implode outra narrativa petista: a de que revistas não podem nomear presidentes como “pessoas do ano”. Sim, foi exatamente isso que você leu: os petistas inventaram a narrativa nesta semana para atacar a nomeação de Temer pela Istoé como “o brasileiro do ano”. Mas se Dilma pode ser eleita pela Financial Times como uma das “mulheres do ano”, eles perdem qualquer moral de criticar a eleição de Temer como “o brasileiro do ano”.

A não ser que eles queiram dizer que “só petistas podem ser eleitos como pessoas do ano”, o que seria mais uma confissão de totalitarismo. Bem, eles não precisam confessar isso para a gente, não é mesmo? Todo mundo já sabe que eles são totalitários. Mas agora estão com uma narrativa válida a menos em mãos…

Anúncios

Deixe uma resposta