Blogueiro petista sugere que Aécio só se deu mal por que se opôs a Dilma. Epa, epa…

2
192

O blogueiro petista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, possui uma especialidade: compor textos misturando shaming, desengajamento moral e mentiras. Basicamente, o shaming envolve dizer que o oponente deveria ter vergonha de algo que fez. Nogueira também utiliza o desengajamento moral, um método retórico para justificar o barbarismo. É por isso que ele sempre está diante de um oponente que “teve o que mereceu”. Tecnicamente, o problema não está nos métodos em si, mas no uso de mentiras enquanto estes métodos são aplicados. Assim, o terceiro método de Nogueira é a mitomania.

Seja lá como for, o texto A merecidíssima desgraça de Aécio, o Mineirinho, vale ser escrutinado. Observe: 

Se há alguém que merece integralmente toda a desmoralização, toda a desgraça trazidas pela delação da Odebrecht é ele. Aécio. Aécio Neves. Ou o Mineirinho, seu codinome na lista. O maior responsável pelo caos imposto pela plutocracia aos brasileiros é exatamente ele. Aécio. Aécio Neves. o Mineirinho. O marco zero do golpe foi sua recusa criminosa em aceitar que fora derrotado por Dilma. Faltou-lhe a dignidade de um telefonema para cumprimentar a adversária vitoriosa. Em vez disso, liderou uma louca cavalgada de golpistas em busca de pretextos delirantes para anular os 54 milhões de votos de Dilma e, assim, ceifar uma jovem e florescente democracia de 30 anos. É irônico ver as consequências para Aécio de sua maldade. Tivesse ele admitido a derrota, sairia da campanha de 2014 com um enorme cacife de 50 milhões de votos. Seria imediatamente um fortíssimo candidato a ganhar as eleições de 2018. Mas não. Foi guloso. Foi ganancioso. Foi apressado. Principalmente: foi desonesto. O resultado está aí. Um potencial futuro presidente virou um morto vivo.Aécio. Aécio Neves. O Mineirinho.

Para início de conversa, o conteúdo acima fica como instrução de como aplicar os métodos de shaming e desengajamento moral. Lembre-se: com o shaming você diz que o oponente deveria ter vergonha do que fez. Com o desengajamento moral, é preciso dizer que alguém que sofreu algo merece tudo que lhe acontece. Mas é claro que você não precisa mentir como Nogueira.

O que importa aqui é mapear uma mentira e um deslize.

A mentira é o fato de que o impeachment aconteceu porque Aécio “se recusou a aceitar que fora derrotado por Dilma”. Mas foi exatamente a frouxidão de Aécio, aceitando um resultado que deveria ter contestado, que inflamou as massas. No momento em que Aécio Neves se portou como oposição frouxa, isso fez com que o povo pensasse: “temos que nos mexer, pois oposição é algo que Aécio não faz”. Tanto isso é verdade que Aécio chegou a ser banido de manifestações pró-impeachment. Demorou vários meses para que ele apoiasse o pedido feito por Janaína Paschoal e Hélio Bicudo. Ponto.

A mentira é nítida. Mas o deslize não fica atrás.

Ele simplesmente diz que se Aécio tivesse “admitido a derrota” – sabe-se lá que diabos ele queria dizer com isso -, ficaria com “cacife de 50 milhões de votos” e “seria imediatamente um fortíssimo candidato a ganhar as eleições de 2018”.

Daí podemos dizer que ele aplica uma chantagem retroativa: para Aécio ser candidato viável, as delações precisariam “desaparecer”. Será que Nogueira quer nos dizer que Dilma, se continuasse no poder, interferiria para que as denúncias não chegassem em Aécio como troca por recusa à fazer oposição? Só assim ele podia garantir que a atitude dele de “não oposição” iria livrá-lo da situação em que ele está (por causa das denúncias que sofreu). Que feio, que feio…

Aliás, Aécio Neves não é um candidato mais forte por um único motivo: por ter sido frouxo tanto nas eleições como após a conclusão dos resultados. Há diversos outros senadores que deram de 10×0 em Aécio em termos de combatividade. Os atributos apontados por Nogueira sobre Aécio não passam de uma peça de ficção. Ele simplesmente está bravinho porque sua tirana perdeu o poder (e a capacidade de distribuir verbas) e tentou dar um tiro no escuro. No fim, entregou algo gravíssimo: ele negocia futuros políticos em troca de desistência de fazer oposição.

Essa gente petista é uma vergonha para o Brasil!

Anúncios

2 COMMENTS

Deixe uma resposta