Delação bomba da Odebrecht mostra que PEC do teto é ainda mais vital

1
60

A delação bomba da Odebrecht impõe várias reflexões. Uma delas é a de que a corrupção criada pelo PT de fato contaminou vários outros partidos, e isso mostra que devemos prestar muita atenção em projetos totalitários de poder baseados na corrupção. No futuro, também devemos trazer rejeição social àqueles que se aliarem a projetos totalitários desse tipo, uma vez que só o farão mesmo a partir da corrupção. É aquele negócio: se teu vizinho está tentando deixar sua filha na mão de traficantes de escravas sexuais, provavelmente está levando alguma grana para isso.

Outro significado, porém, é o entendimento cada vez mais cristalino do que foi o projeto totalitário de poder do PT. A corrupção a partir da entrada de Lula no poder alcançou escala jamais vista porque ela foi utilizada para construir uma ditadura. Exatamente por esse motivo os petistas rejeitam tanto a PEC do Teto: para construir uma ditadura com base na corrupção e no saqueamento estatal, é preciso que não exista um teto de gastos.

Se a corrupção criada pelo PT chegou a tal nível, era por que existe a cultura de que não havia problema algum em estourar as contas públicas. Aqueles que se opõem à PEC do Teto se dividem entre canalhas e tolos. Os petistas naturalmente não se encaixam neste último grupo. Ao querer viver sem teto de gastos, sabem que precisam do excedente – do “estouro” liberado – para que isso seja destinado ao projeto de poder.

Em síntese, temos mais um motivo para ficar a favor da PEC do Teto: ter o direito de “estourar” as contas públicas impunemente significa buscar “separar” a graninha para fins escusos, especialmente a corrupção. Sem essa grana “sobrando” – ou seja, o estouro permitido nas contas – eles terão que roubar menos.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta