Carta Capital recebeu grana da Odebrecht e a direita precisa explorar essa situação

0
58

Sabemos que não é surpresa pra ninguém que a Carta Capital tenha recebido dinheiro ilícito, especialmente dinheiro vindo através de acordos escusos com o PT e a Odebrecht. Todos sabem que a revista nem conseguia esconder seu viés extremo-esquerdista e suas ligações com o PT, diretas e indiretas.

Assim mesmo, o fato de a revista do comunista Mino Carta ter recebido verbas a pedido de Guido Mantega deve ser explorado. A direita precisa expor isso de todas as formas possíveis, precisa usar este fato como argumento toda vez que alguém apresentar matérias da Carta Capital como se fossem coisa séria. Temos que deixar claro que a Carta está no mesmo rol de mídias compradas pelo partido, tais como Brasil 247, Diário do Centro do Mundo ou Conversa Afiada.

A prática de shaming deve ser forte e constante, e uma das coisas mais importantes é desmoralizar ainda mais o blog e seus autores mostrando que eles são vendidos e agem dentro de uma agenda política, que eles são sujos e imorais piores que prostitutas e que eles não têm nenhum direito de criticar outros veículos de comunicação ou movimentos políticos depois disso.

Geralmente a direita fica na defensiva quando atacada pela extrema-esquerda, tentando se justificar e arranjar explicações para as acusações que recebe, sejam elas verdadeiras ou falsas. A partir de hoje, sempre que um esquerdista vier criticar o MBL, o Vem Pra Rua ou qualquer outro grupo de direita, seja um movimento ou uma mídia, o direitista esperto deverá responder: “Meu caro, você segue blogs que comprovadamente receberam dinheiro através do governo petista ou através de acordos ilícitos entre o PT e a Odebrecht.”

Ponto. Não precisa mais do que isso.

Anúncios

Deixe uma resposta