Hoje mídia esconde o atentado ao MBL, diferentemente do caso da bombinha no Instituto Lula

1
119

Como vimos agora há pouco, a mídia está se recusando a noticiar o gravíssimo atentado praticado por milicianos à sede do MBL, em São Paulo.

Todavia, esta mesma mídia só faltou ter colapsos quando o Instituto Lula foi atingido com uma pequena bomba em 30/07/2015.  Na época, todos os grandes órgãos de mídia publicaram a notícia.

O seletivismo na denunciação da violência é uma forma de promovê-la. Grupos que citam apenas as violências sofridas por um lado – mas ignoram deliberadamente as violências sofridas pelo outro – ajudam a promover o uso da barbárie com fins políticos.

Esse tipo de preocupação seletiva com a violência – ou seja, só importa a violência se ela for sofrida por um petista, mas não se for sofrida por seus adversários – é um sinal de que a mídia brasileira já entrou na era do “vale tudo” para fazer avançar sua agenda.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta