Ao validar atentado terrorista à FIESP, lideranças pró-PT abrem guerra civil. Atuação do Exército é imperativa!

9
56

Houve um tempo em que a extrema-esquerda, quando representada por seus principais líderes, escondia suas intenções e fingia discordar de atos violentos como os que foram praticados ontem na FIESP, na sede do MBL e em outras capitais brasileiras. Hoje, os líderes destes movimentos avançaram o sinal vermelho e estão, de forma pública, apoiando o terrorismo que foi feito na noite passada. Isso é um mal sinal!

Guilherme Boulos, coordenador do MTST, diz que “o dano na fachada da Fiesp é muito pouco perto do dano que a Fiesp está causando há muito tempo ao povo do Brasil.” Para Boulos, “a Fiesp foi quem bancou inclusive essa PEC que congela investimentos sociais do povo brasileiro, defende perda de direitos trabalhistas, defende a reforma da previdência.”

Mais detalhes da declaração de Boulos podem ser vistos aqui:

Mesmo que ele tivesse razão sobre o fato de o impeachment de Dilma ser ruim, há um problema muito sério nesta declaração: ela parte do pressuposto em que equipara ações políticas indiretas com ações de violência física e terrorismo de forma direta. É algo como comparar um tapa na cara com uma dinamite explodindo pessoas em meio a uma praça. Se essa é a base moral que alguém tem a audácia de tornar pública, imagine o que esta pessoa é capaz de fazer longe das câmeras! Aliás, este é o sujeito que recebeu uma medalha no Congresso Nacional há alguns dias, um desrespeito imenso ao povo brasileiro!

O blog petista Diário do Centro do Mundo, por exemplo, publicou uma matéria na qual cita estas passagens de Boulos cujo título sugere, incrivelmente, que os atos realizados contra a Fiesp são “legítima defesa”, algo que passa longe de ser uma interpretação razoável da realidade. Se eles já estão legitimando abertamente o terrorismo, estamos a um passo da completa barbárie!

Outro grupo que tratou o caso publicamente desta forma foram os “Jornalistas Livres”, um movimento de pseudo-jornalistas de extrema-esquerda que atuou ao lado do PT desde sempre.

907f0059-af94-43d0-81e1-08f67df0ce86

Atos criminosos e terroristas devem ser negados, mesmo que praticados. Em uma sociedade minimamente civilizada, é preciso existir um senso de decência, ainda que dissimulado, para não validar estes atos em públicos. Porém, no momento em que se valida isso em público, se abre a declaração de guerra.  Logo, a violência total está liberada. Ganha quem conseguir praticar mais violência.

É declaração formal de guerra civil. É um aviso de que vitimas fatais estão por vir. Nesse cenário, o Exército precisa agir. Agora Temer precisa ser pressionado a usar a Lei Antiterrorismo e convocar o Exército legitimamente. Se não fizer isso logo, aqueles que pedem intervenção militar podem adquirir validação moral, pois em um território onde vale tudo, as pessoas começam a aceitar soluções desesperadas.

Anúncios

9 COMMENTS

  1. Gostei muito do seu artigo. Estamos a um passo do abismo. Se o poder público não agir com desassombro, reprimindo o terrorismo patrocinado pela extrema-esquerda, o país caminhará rumo ao caos.

  2. Ayan, parece que tem um tempinho que o Nando Moura resolveu empreender uma cruzada contra liberais. Ontem ficou muito claro pra mim neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=ghAOax9Pp3I

    O vídeo já foi respondido pelo Artur do Val, do Mamãe Falei, que, como já era de se esperar depois daquele debate, fraquejou vergonhosamente. Veja a resposta: https://www.youtube.com/watch?v=xzDhTH9ejc4

    Enfim, tudo indica que o Nando Moura desceu ao nível da baixaria petista, se valendo de SUPOSTAS merdas feitas por alguns liberais (segundo o Artur do Val, a pior delas ainda foi uma manipulação feita pelo Nando) para atacar a TODOS os liberais, e assassinar a reputação de algumas das principais lideranças liberais da atualidade.

    Acho que você deveria comentar esse caso.

  3. Vão deixando Lula, Dilma, Stédile, Boulos, Freitas, Jorge Viana, Jaques Wagner, SOLTOS por ai, que ass FFAA irão ficar sem armas.
    Mais que comprovado que a esquerda está sem tino e pedem e imploram por uma Intervenção. ´Pois será A ÚNICA ALTERNATIVA.
    Mas Segundo, as instituições estão em plena harmonia …

  4. Fica claro que, caso Temer não aja antes do clamor intenso dos intervencionistas, as FFAA serão acionadas pelo povo e não pelo governo. Poiséh…O povo precisa chegar na frente.

  5. Deixa eles continuarem, vão aos poucos chegando no limite onde o braço forte será obrigado a sair da zona neutra. Ai sim, o pau vai comer de verdade, e o país de ajeita.

  6. AS FFAA, só intervirão em situação de CAOS EXTREMO, conforme repetidas vezes já avisaram. Isso significa, não antes de existirem pilhas de cadáveres insepultos nas ruas e nossas cidades completamente em chamas. Quanto as Polícias Militares dos Estados, ou estão desmotivadas pelo pagamento de seus salários atrasados, ou acossadas pela corja dos “Direitos dos Manos” ou, ainda, estão impedidas de agir pelos Governadores.

    O que me preocupa é o porquê a Esquerda está agindo assim tão explicitamente:
    Para pressionar o Congresso? Para intimidar a Sociedade e a Lavajato, salvando assim o molusco da cadeia? Será talvez, fruto do enfraquecimento da liderança petralha, liberando as correntes extremistas a tomarem decisões por conta própria? Ou existirá alguma outra manobra mais maquiavélica por detrás do recrudescimento da violência esquerdista?

    Seja como for, eventualmente a população será forçada a reagir com violência pois, dada a situação das forças da Lei e da Ordem, não parece haver outra saída.

Deixe uma resposta