Por que será que a mídia resolveu finalmente falar do caso da mulher agredida no metrô da Alemanha?

3
267

E depois de muito tempo de espera – já havíamos publicado a notícia aqui, em 7 de dezembro – o Globo finalmente traz uma matéria sobre uma mulher que foi chutada (rolando escada abaixo) na Alemanha. A imagem é terrível.

Reveja:

A matéria diz:

Câmeras de segurança captaram um ataque brutal e sem motivo aparente contra uma mulher em uma estação de metrô em Berlim.

A vítima, de 26 anos, estava descendo uma escada quando recebeu um chute nas costas dado por um homem desconhecido.

Ao ser lançada e rolar na escadaria, ela quebrou um dos braços. O agressor e seus colegas deixaram o local sem serem abordados.

A polícia de Berlim divulgou as imagens captadas pela câmera na tentativa de receber denúncias sobre as identidades dos suspeitos.

A pergunta é: por que só estão noticiando isso agora?

A resposta mais provável está no fato de que surgiram suspeitas de que o agressor seria um búlgaro e não alguém de origem muçulmana. Ou seja, se o agressor fosse um islâmico (como se suspeitava originalmente), muito provavelmente a notícia seguiria escondida pela grande mídia. É neste pé que as coisas estão.

Em tempo: a mídia age corretamente ao noticiar o caso, mesmo que tardiamente. Mas não poderia ser perdoada se continuasse escondendo-o por motivos torpes e desumanos. Não importa se o agressor é muçulmano ou não: o que importa é que existe uma vítima e a grande mídia não tem justificativa moral para esconder agressões feitas por pessoas de grupos protegidos por sua agenda.

Anúncios

3 COMMENTS

Deixe uma resposta