Fascismo cultural causa término de programa de Alê Oliveira na ESPN. Isso não pode ficar assim…

1
641

Como vimos no Yahoo, o carismático humorista Alê Oliveira – que também era comentarista de futebol da ESPN – foi vítima de perseguição dos fascistas culturais (ou seja, a tropa do politicamente correto).

Ele tinha um quadro no qual misturava ditos populares, que batizou de “decreto”, para “iniciar os trabalhos” do fim de semana para a audiência. Na semana passada, ele disse a frase :”Assistiu o penta? Já aguenta”. Foi o suficiente para os patrulhadores o acusarem de “incitação à pedofilia” ou coisa do tipo.

Noseu perfil na rede social Instagram, ele declarou: “Muito obrigado pelo carinho, apoio e consideração com o meu trabalho. Pra quem é do mal, muita luz e oração.
Saio fortalecido dessa Covardia que tentaram fazer comigo, graças a vocês !! O Decreto continuará, agora em outras plataformas. Marque seu Amigo(a) que está fechado com o Decreto !!!”.

Ele se disse assustado com os ataques sofridos. Lembrou também que “a maldade está na cabeça das pessoas, já que tenho uma filha de oito anos”.

Mas os fascistas culturais não aceitam desculpas. Dependem de destruir inocentes. Chegou a um ponto em que a ESPN emitiu uma nota oficial, dizendo que o quadro “tradicional é caracterizado pelo bom humor e irreverência. A ESPN lamenta o ocorrido e reafirma seu compromisso junto aos fãs do esporte pedindo desculpas aos que tenham se ofendido com a declaração”.

O Yahoo lembra que até o momento mais de 17 mil pessoas se manifestaram após a declaração de Alê Oliveira na rede social – incluindo um sem número de mensagens de apoio ao comentarista. Muitos, inclusive, falando que a emissora errou ao se desculpar pois “não houve erro”.

Em sua nota no Instagram, ele explica que o “decreto” não será mais exibido na ESPN. Mais uma vez, o fascismo cultural venceu.

O detalhe é que Alê Oliveira era uma pessoa carismática, com muitos fãs. E é preciso ser dito que mais uma vez o patrulhamento da extrema-esquerda praticou uma injustiça unicamente para fins sádicos. Alê Oliveira é vítima de monstros. As vítimas dessa gente devem ser jogadas na fuça deles. Os fascistas culturais não podem ser perdoados por isso.

Anúncios

1 COMMENT

  1. A ESPN é a mesma que cresceu no brasil com a ajuda de José trajano (PTista) que até pouco tempo fazia parte dos funcionários deles. Mas ainda tem esquerdista como Mauro Cezar pereira e Juca Kfouri (Esse ultimo com forte influencia la dentro creio eu). Isso já explica muita coisa.

Deixe uma resposta