O Lindbergh que burlou a lei e perdeu direitos políticos é uma formiga moral perto de Moro

0
100

Imagine que um estuprador queira dar lições de moral falando dos relacionamentos alheios? Ou que um serial killer queira cagar regra ao falar sobre o problema da “agressão” na sociedade? Pois é. Situações assim são como o fato de termos visto Lindbergh Farias tentando dar lição de moral em Sérgio Moro no começo de dezembro.

Relembre o caso neste vídeo de Felipe Moura Brasil:

Lindbergh já era uma imagem perfeita da depravação moral naquela época. Ninguém precisada de nada mais para saber que ele é uma pessoa da qual devemos desconfiar em todos os aspectos.

Eis que agora vemos Lindbergh ter seus direitos políticos suspeitos por quatro anos pelo TE-RJ por ter burlado a lei eleitoral quando promoveu ilegalmente sua imagem – entre o fim de 2007 e início de 2008 – enquanto era prefeito de Nova Iguaçu. Lindbergh também terá que pagar 480 mil reais de multa. Lindbergh também está delatado na Odebrecht e é réu na Operação Lava Jato.

Um sujeitinho desse naipe devia pedir desculpas a cada vez que fosse dirigir a palavra a Sérgio Moro.

Anúncios

Deixe uma resposta