Guerra ao Natal: escola é acusada de censurar o Papai Noel para os neoateus não ficarem "ofendidinhos"

0
67

A escola Nyland, na Noruega, nos apresenta um cenário digno das ideias mais sinistras de George Orwell.

Crianças denunciam que foram obrigadas a apenas entoar o hino de uma canção “Deilig er jorden” (ou “deliciosa é a Terra”). De outra canção foram obrigados a trocar a expressão “elfos” por “todos os homens” e uma referência a “Papai Noel vindo aqui” por “nossos amigos vindo aqui”. “Lanternas de natal” viraram “lanternas de inverno”.

A diretora da escola, Frøydis Anthonsen, disse ao Stavanger Aftenblad: “Algumas pessoas não querem que a mensagem de Natal soe ofensiva, dado que alguns confundem a expressão ‘Natal’ com ‘Festa Cristã””. A ideia seria não ofender os neoateus, que são os ateus de perfil mais “raivosinho”. Ela também desconversou, dizendo que as canções reescritas eram apenas rascunhos enviados ao público por engano.

Ela disse ao jornal Dagbladet: “Eu estava com pressa quando respondi perguntas a um repórter hoje pela manhã, sem checar a matéria. Mas eles publicaram a história como se nós quiséssemos mudar as canções de Natal”. Mesmo assim, ela admitiu que a celebração anual de Natal não ocorrerá na Igreja neste ano, ma na escola.

“Claro que cantaremos as canções originais de Natal. E no próximo ano estaremos na igreja de novo, e os que não quiserem participar, não participarão”.

Anúncios

Deixe uma resposta