Em problematização de Battlefield, feminista queria que mulheres estivessem na 1ª guerra

5
121

Não consegui informações concretas sobre o print abaixo, de modo que ele pode ser verdadeiro ou não. Seja como for, é bastante verossímil:

15697532_1770386769890310_2083361183101589861_n

Como disse, é uma situação verossímil. Se for mesmo real, mostra duas coisas:

1) Estupidez absoluta acerca da história.

2) Luta insana por colocar em prática os ideais do fascismo cultural.

O tipo de pessoa que pensa desse jeito é exatamente o mesmo tipo que alteraria fatos históricos para que eles estivessem de acordo com sua ideologia. É o mesmo tipo de gente que, em uma sala de aula, mentiria sobre a história para seus alunos a fim de convencê-los de uma narrativa. Sem contar, é claro, que estamos falando de vídeo games, que embora também sejam jogados por meninas são o tipo de entretenimento predominantemente masculino. Não por machismo, mas porque meninas em geral se interessam menos pelos jogos, enquanto homens jogam desde a infância até a fase adulta.

Anúncios

5 COMMENTS

    • Nunca tá bom pra elas, se não tem uma mulher forte elas reclamam de machismo, se tem, elas reclamam que não tem uma negra, se tem as duas, ai reclamam que não tem representatividade homossexual, se tem tudo, ai reclamam que as personagens não representam as mulheres porque foram criados a partir de uma ótica masculina.

  1. Não tem nada a ver com as feministas, mas não sabia como registrar meu comentário sobre outro assunto.
    Queriam repetir Carandiru e agora estão reclamando do Governo do Amazonas.
    Mais uma derrota para a esquerda!

    O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, afirmou que a gestão da rebelião que terminou com pelo menos 60 mortos em Manaus “foi a única possível”.
    “A invasão do presídio não era viável. As consequências seriam imprevisíveis”, disse ele. Segundo o secretário, a postura de negociação fez com que muitos tivessem “as suas vidas preservadas”

  2. Muitas pessoas montam diálogos absurdos no whatsapp por diversão, existe até aplicativo para isso. Mas o fato de não ser possível ter certeza de que provavelmente é fake mostra o nível em que as pessoas chegaram: não dá para diferenciar realidade de paródia.

  3. Filmes, novelas e séries já fazem isso coloca mulheres ou qualquer minoria encaixada em diversas situações históricas, mesmo que seja muito absurdo. A moça só está querendo o que ela sempre ver em noutras mídias.

Deixe uma resposta