Será que a Globo deixará de pegar no pé de Crivella se ele falar 'Allahu Akbar' durante um discurso?

1
126

Em relação ao post Cristofobia: O Globo se irrita após Crivella citar Deus sete vezes em discurso de posse, o leitor Paulo Queiroz escreveu: “Se ele usasse ‘Allahu Akbar’ teria toda a simpatia da Globo e seria visto como um prefeito ‘inclusivo'”.

E não é que poderia dar certo? A anti-religião defendida pelos neo-ateus já superou todos os limites do desrespeito à liberdade de expressão e ao estado laico, mas eles sempre ficam de quatro diante daqueles que falam grosso, ou seja, os islâmicos radicais.

Falando nisso, uma besta quadrada escreveu o seguinte: “Ele não deveria citar ‘deus” em momento algum ,porque afinal ele esta ai para trabalhar para o estado e não em um ‘culto evangelico'”.

É impressionante como neo-ateus – que não representam todos os ateus em lugar algum – são cínicos ao fantasiar sobre o conceito de estado laico. A proibição de alguém citar Deus – caso nele acredite – só é factível em ditaduras como na China ou na Coreia do Norte.

Em suma, quem encheu o saco de Crivella demonstra não apenas desonestidade, como falta de vergonha na cara. Quem respeita – realmente respeita – o estado laico sabe que ninguém pode exigir que um político seja proibido de citar a palavra “Deus”, bem como não pode forçá-lo a falar (caso ele queira).

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta