Mídia divulga agressão contra eleitor de Trump, mas esconde totalmente o viés político do ataque

4
231

Uma matéria publicada no portal O Globo abordou o caso da agressão extremamente violenta contra um eleitor de Donald Trump. No entanto, a matéria não menciona em momento algum o viés claramente político do ataque.

Em vez de dizer aos seus leitores que a vítima foi escolhida porque votou no Republicano, e dizer que os agressores são de extrema-esquerda, a matéria diz apenas que os agressores fizeram xingamentos a Trump e às pessoas brancas, ocultando do leitor a informação principal: foi um ataque de viés político claro.

Não é surpreendente. A Globo apoiou a campanha de Hillary Clinton e fez um esforço tremendo para detonar a imagem de Trump em toda a cobertura das eleições americanas, é de se esperar que ajam desse jeito. Mesmo assim, tal fato é mais uma evidência de que nossa mídia está totalmente corrompida e comprometida com a agenda política da extrema-esquerda. Só noticiaram o fato porque ele teve repercussão mundial, ficaria feio não mencionarem o assunto.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. A Globonews mesmo está patetica: Na chamada para a posse de Trump dia 20 estão passando aquelas três meninas vestidas de Tio Sam cantando uma bela música e ao final aparece a frase Todos pensaram que ERA piada mas não era.
    E também estão fazendo a chamada para o Especial “O Legado de Obama” mais jocoso impossível.
    De dar nojo.

    • Poizé, agora basta imaginar como seria se fossem quatro psicopatas brancos abusando de um negro com deficiência mental por ele ser eleitor da Hillary. O mundo já teria desabado. Racismo! Nazismo!

  2. Por essas que eu não me importo tanto com controle estatal da imprensa. O fato é que a censura foi terceirizada, e as terceirizadas são as grandes mídias (sociais e tradicionais).

Deixe uma resposta