Se as FARC podem disputar eleições na Colômbia, o que impede a FDN de querer eleger deputados por aqui também?

0
109

Felipe Moura Brasil certamente escreveu:

Dilma integrou grupos terroristas na luta armada brasileira e chegou à presidência. Lula, na prática, sugeriu às Farc que fizessem o mesmo. Parte da esquerda brasileira sempre se identificou com as Farc como resíduo e resistência da luta armada comunista. Narcoterror é detalhe… Já imaginaram se hoje Michel Temer sugerisse à FDN disputar eleições para chegar ao poder? Cairiam PT e mundo em cima. Mas eram Lula e Farc.

Aquilo que pode parecer absurdo (as FDN disputando eleições) também foi considerado insano tempos atrás, mas é exatamente isso que estamos vendo na Colômbia atualmente.

Não se surpreendam se no futuro a FDN surgir como força eleitoral apoiada pela extrema-esquerda. Se o modelo já deu certo na Colômbia – e por lá as FARC mataram tantas pessoas que tornam a FDN uma organização de aprendizes do barbarismo – por que não seria utilizado por aqui?

Aliás, a FDN é ligada às FARC, que tem muito a lhes ensinar em como participar oficialmente da política depois de matar milhares de pessoas.

A ver no que isso vai dar.

Anúncios

Deixe uma resposta