Esquerda esperneia tanto nos EUA pois estava pronta para implementar o totalitarismo

6
116

O que está acontecendo nos dias atuais nos Estados Unidos pode surpreender alguns à primeira vista, mas é mais previsível do que parece, se avaliado pela ótica da dinâmica social. Não dá mais para negar que, outrora capaz de dissimular apoio à democracia, a esquerda norte-americana agora escancara suas tendências autoritárias.

Pessoas como Rosie O’Donnell e Michael Moore hoje são incapazes de demonstrar qualquer pudor na luta para impedir que Trump possa assumir a presidência de qualquer modo. E quanto aos resultados das eleições? Para essa gente, isso é irrelevante, desde que seja feita a sua vontade.

A pergunta que fica é: como as coisas puderam chegar nesse ponto?

Ocorre que o vislumbre de um terceiro mandato esquerdista vinha acompanhado de altíssima empolgação, além de estarmos em um período no qual os estratagemas esquerdistas – principalmente os do politicamente correto – começaram a ser contestados.

Assim, o terceiro mandato da esquerda em sequência teria que ser a implementação de mecanismos totalitários para censurar a divergência, além de pensar em conquistar um quarto, quinto ou sexto na sequência.

Sabe-se que o totalitarismo gera empolgação maior para aqueles que estão nos projetos para consolidá-lo. Ou seja, o que se perdeu com a derrota de Hillary não foi apenas um terceiro mandato, mas a possibilidade de estabelecer um sistema tirânico para que o partido esquerdista não saísse do poder por um bom tempo. Algo como uma bolivarianização dos Estados Unidos.

Espera-se também que quanto mais totalitarismo existe (ao menos em projeto), mais se perde com sua interrupção. Aí temos a reação natural do ser humano: quanto mais há para se perder, mais existe reação de revolta.

Todos os comportamentos furiosos e antidemocráticos são apenas isso: a revolta diante de um projeto totalitário cair como um castelo de cartas.

Anúncios

6 COMMENTS

  1. E lá se foi mais uma tentativa de imposição do fanatismo ideológico de esquerda.
    Mas convém não baixar a guarda. Psicopatas não desistem nunca.

  2. Você tem razão. Não entendo muito de história dos EUA, mas acho que nunca houve uma reação tão ridícula e espalhafatosa da parte dos perdedores de uma eleição presidencial. Trump já está com um pé na presidência e ainda insistem em criar obstáculos de todo o tipo. Chega a ser bizarro. Certamente, a questão vai muito além de uma cadeira presidencial. Aguardemos.

  3. Suspeito que eles estão desesperados pq o novo governo pode descobrir muita porcaria que eles fizeram. Pode dar até cadeia.
    E claro, muita gente perdeu a teta.

  4. Os demoncratas estão com o diabo no corpo. Nunca se viu tanto cacarejo das galinhas vermelhas. Aqui e lá, eles estão tentando de tudo para desqualificar quem não é do mesmo segmento ideológico. Soube agora que Kassab está tentando limitar a internet. Essas derrotas da esquerda doeram profundamente nelles. E é claro, que ficaram muitos esqueletos no armário. A conferir…

Deixe uma resposta