Desumano, Obama cria política anti-imigração – de cubanos – no finzinho de seu mandato

12
116

“Os cubanos que tentarem ingressar ilegalmente no país e que não se qualificarem para alívio humanitário estarão sujeitos à remoção, de acordo com leis e prioridades dos Estados Unidos”, afirmou Obama em comunicado feito hoje…

Imagine o nível do cinismo. O sujeito passou a campanha inteira batendo em Trump, com o apoio de toda a grande mídia nacional e internacional, justamente porque seu rival falava abertamente em políticas para evitar a imigração ilegal. Trump foi acusado, por isso, não poucas vezes, de ser xenófobo e racista, como é de praxe. Agora, há pouquíssimos dias de sair da Casa Branca, este mesmo homem faz um acordo com a ditadura Cubana para manter os escravos cubanos presos na ilha. Pode isso?

Sim, pode. A política, no mundo real, é recheada de pilantras. A extrema-esquerda, por via de regra, sempre age assim, com cinismo e hipocrisia. Alguém realmente se surpreende com isso? A mídia está criticando a medida de Trump, a mesma imprensa que passou os últimos oito anos acariciando o presidente. No entanto, todo mundo sabe o que vai acontecer.

Tão logo o presidente Trump esteja no poder, casos de deportação de imigrantes ilegais serão todos atribuídos a ele, mesmo que não tenham partido dele estas medidas. A imprensa vai mostrar os “tristes casos” dos estrangeiros que foram presos e barrados nas fronteiras, vai mostrar o drama das famílias daqueles que querem fugir de seus países para viverem no país mais capitalista do mundo.

Obama é um monstro, é imoral e essa atitude, em parceria com a ditadura de Raul Castro, só prova que ele sempre esteve do lado do totalitarismo pleno!

Anúncios

12 COMMENTS

  1. Mesmo nunca tendo ido com a cara de Obama e sempre ter visto nele um esquerdista vaidoso, falso, exibido e muito ruim de serviço, confesso que esse fim de mandato está superando todas as expectativas em termos de abuso de poder e hipocrisia. O homem não se preocupa mais em disfarçar o mau-caratismo. Deve ter muito receio do que pode acontecer de bom no governo Trump e dos podres que podem vir a tona em relação ao seu governo daqui pra frente.

  2. A explicação é simples: não se pode mais requerer residência UNICAMENTE por motivos financeiros. Se fosse assim, pessoas de países muito mais pobres que Cuba, como Haiti, seriam muito mais merecedores do visto que cubanos, o que não acontece. Se o cidadão alegar e COMPROVAR que sofre alguma perseguição política ou religiosa, daí terá direito ao asilo político. Simples assim! Decisão sensata, coerente e acertadíssima do Obama

    • Claudio, Cuba é uma ditadura que escraviza seu povo e pratica violência, principalmente contra pessoas que tentam fugir de lá. Logo, os cubanos merecem tratamento diferenciado. Tirar esse tratamento é uma CRUELDADE e uma DESUMANIDADE. É de assustar como a esquerda não possui compaixão pelo ser humano. Se você acha a decisão do Obama acertada, então devemos ter medo de pessoas como você.

      • é assim que a esquerda consegue vitorias politicas: abrindo um precedente. Orá se o cubano merece um tratamento diferenciado, porque não o mexicano, o africano, o chinês, o Norte Coreano, etc, etc… Quando menos espera não existe mais fronteira e o pais quebra de tantos imigrantes. Bolsonaro reclama dos Venezuelanos com razão, caridade começa em casa, resolvamos os nossos problemas locais para dai começar a pensar se devemos ou não ajudar o outro a milhares de milhas longe.

        Não há duvidas que Obama agiu por revanchismo, mas se eu sou anti-imigração eu tenho que analisar a medida de um ponto de vista técnico.

      • Acho que foi você mesmo quem fez uma comparação justíssima. Cuba é um zoológico onde tem 11 milhões de animais enjaulados. Os animais são alimentados para não morrer de fome, não para viver bem. Quebra uma perninha vai para enfermaria colocar uma tala, sofre de alguma ferida, taca um desifentante, gravidez “indesejada”, curetagem, controle de natalidade. Todavia tem gente que acredita que a medicina para tratar animais enjaulados em Cuba é de primeiro mundo. É claro que produtos de higiene como shampoos, dentifricios, sabonetes… inexistem para esses escravos.
        “Se o cidadão alegar e COMPROVAR que sofre alguma perseguição política ou religiosa…” É solitária ou paredão de fuzilamento “companheiro”.

    • Caro Cláudio, ou você é muito inocente ou está agindo de má-fé.

      Em primeiro lugar, Cuba é com certeza muito mais pobre do que o Haiti.

      Os números do PIB per capita cubano (6.000 dólares anuais) são inventados.

      http://www.politicaeconomia.com/2007/02/idh-de-cuba-mais-uma-falacia-de-fidel.html?m=1

      “O salário de um médico cubano está na casa de US$ 20,00, o que dá US$ 240,00 / ano! Ora, então como é que podemos falar que o país tem renda percapita de US$ 6.000,00? Se os profissionais mais bem pagos em Cuba recebem anualmente um salário de US$ 240,00, como a renda percapita do país pode ser de US$ 6.000,00, ainda mais em um país que se vangloria de não ter desigualdade social”

      Uma comparação do salário médio mensal (dados aproximados) de Cuba e Haiti deixa isso claro. No Haiti, 153 dólares em 2011. Em Cuba, 22 dólares em 2014.

      http://haitigrassrootswatch.squarespace.com/11

      http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2367

      “Isoladamente — dirão os defensores do regime — tais dados talvez não sejam demasiadamente informativos. Talvez — dirão eles — os preços em Cuba sejam tão baixos, que um cubano médio pode viver estupendamente bem com pouco mais de 20 dólares por mês.

      No entanto, é óbvio que isso não procede. E, por sorte, não é nem necessário especularmos sobre como são os preços dos bens na ilha; o próprio governo castrista já faz esse serviço para nós. Dado que a imensa maioria dos preços é completamente controlada pelo governo, podemos saber em primeira mão quanto custam determinados produtos básicos recorrendo às resoluções do Ministerio de Finanzas y Precios, que é o órgão que estipula os preços dos bens de consumo em Cuba.

      Sendo assim, de acordo com a resolução 95/2014, um pedaço de pão de 130 gramas custa 3,25 pesos cubanos. Já uma dúzia de ovos custa, segundo a resolução 61/2011, 13,2 pesos cubanos. Um quilograma de leite em pó, segundo a resolução 165/2014, custa 175 pesos. Uma lata de extrato de 440g de tomate custa 8,1 pesos (resolução 38/2013). Um quilo de peito de frango custa 119,25 pesos. E um litro de iogurte natural, 29,15 pesos (resolução 214/2012).

      Ou seja, o salário médio da população cubana — atenção, estamos falando do salário médio de toda a população (que no Brasil é de R$ 2.231) e não apenas de um salário mínimo — permite que ela adquira, mensalmente, 20 pedaços de pão, três dúzias de ovos, um quilograma de leite em pó, dez latas de extrato de tomate, um quilo de frango e um litro de iogurte natural.

      Prosperidade em estado puro.

      No entanto, é claro que nem só de alimentos básicos vive o homem.”

      Para informações sobre o custo de vida no Haiti, vide o link abaixo:

      https://www.numbeo.com/cost-of-living/country_result.jsp?country=Haiti

      Se todo o salário de um cubano fosse utilizado para comprar ovos, ele conseguiria comprar 40 dúzias de ovos. Um haitiano conseguiria comprar 60 dúzias de ovos.

      Cuba é o país mais e com a pior qualidade de vida das Américas, por causa do socialismo. Nem venha me falar das supostas maravilhas da medicina cubana…

      Em segundo lugar, Obama foi cruel e desumano.

      Não é o cidadão cubano, que foge de uma ditadura sanguinária, como é de conhecimento público e notório, que tem o ônus de provar o fato de estar sendo perseguido. Os Estados Unidos devem presumir que este é o caso.

      Não se faça de desentendido Cláudio.
      Ayan está certo, devemos ter medo de gente como você.

      • Que o Obama fez essa medida por revanchismo (cubanos votaram 54% a favor de Trump) não há duvida, mas ao mesmo tempo os Estados Unidos e nenhum país não tem obrigação de ser abrigo para os miseráveis mundo afora, sejam eles cubanos ou não.

      • Cuba não tem desigualdade social. Todos estão nivelados por baixo, são miseráveis. Cuba não produz nada. Sobrevive parasitando governos da região. Exporta escravos chamdos de “medicos” que os governos amigos aceitam pagar alegremente.

  3. Vão vendo… A medida que o movimento conservador vai reagindo, os vermelhos vão deixando a máscara cair. Claro que Cuba não é só um país pobre, é uma ditadura assassina que impede seu povo de se desenvolver e ser independente. Não tem a ver só com economia problemática. Obama é um perverso, mas nós já sabíamos disso.

Deixe uma resposta