Obama deveria devolver Nobel da Paz depois de entregar cubanos para a ditadura castrista

1
46
O “legado” de Barack Obama será objeto de uma verdadeira guerra de narrativas daqui para a frente. Mas em um ponto é fácil impedir que ele pontue: na questão da terrível crueldade cometida ao colocar fim à política de “pés secos, pés molhados”.
Foi uma medida implementada por Bill Clinton e que permitia que todos os cubanos que chegavam ao território norte-americano pudessem ficar no país, mesmo que entrassem de modo ilegal. Os cubanos recebiam tratamento de exceção pois eram vítimas de uma ditadura e não tinham histórico de práticas terroristas.
Indiferente ao sofrimento dos cubanos, o ato de Obama de revogação da política vigente significa simplesmente entregar cubanos para serem mortos, torturados e estuprados por uma ditadura de sádicos, dos quais eles tentam fugir.
Cinicamente, Obama disse: “Hoje, os EUA estão dando passos importantes para avançar na normalização das relações com Cuba e dar maior consistência à nossa política migratória”. Quer dizer: ele age exatamente igual fez o PT, deportando dois boxeadores – que tentavam fugir para o Brasil – direto para a Cuba, em 2007.
A medida de Obama dá incentivo à ditadura cubana que, como presente, consegue maior facilidade para manter seu gado dentro de um curral no qual eles podem ser torturados à vontade. É imoral que um monstro desses tenha recebido o Nobel da Paz.
Advertisements
Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta