Adnet é da elite, ao contrário das vítimas da violência que sua campanha de ódio racial vai causar

9
182

Nesta quinta (19) um dos principais assuntos foi o lançamento de um trecho vazado de uma edição do programa “Tá no Ar”, liderado pelo humorista de extrema-esquerda Marcelo Adnet.

O programa simula uma crítica sobre o “privilégio de pessoas brancas” e mostra personagens brancos sendo servidos por pessoas negras em várias situações nas quais dizem frases como “tive acesso às melhores universidades” e “sempre ganho o melhor salário”. Como incitação ao ódio, o vídeo se conclui com um logo escrito “Branco no Brasil” e o slogan “há mais de 500 anos levando vantagem”.

Claramente, é uma tática similar à que deu origem ao movimento Black Lives Matter nos Estados Unidos. Como resultado do ódio racial – estimulando rancor entre raças -, já tivemos vários casos de cidades destruídas, policiais assassinados em emboscadas e, recentemente, um jovem branco eleitor de Trump agredido por quatro afro-americanos eleitores de Hillary.

O detalhe é que as vítimas do ódio racial provocado intencionalmente por gente como Marcelo Adnet não estão na elite, à qual o esquerdista caviar – um artista milionário, diga-se – pertence. Eles moram nas periferias e geralmente são pessoas pobres, que não podem andar de carros blindados e nem viver em condomínios seguros. Adnet não demonstra ligar para os desfavorecidos que serão condenados à violência por seu discurso psicopático.

Adnet sabe das consequências do estímulo ao divisionismo rancoroso proposto por ele. Pessoas assim são cruéis até o limite dos abismos da depravação humana. Mas quando as vítimas fatais começaram a surgir por causa deste discurso, sempre deveremos lembrar o nome daqueles que fizeram a incitação.

No fim das contas, a tática do ódio racial extremo gerou efeito bumerangue e aumentou a rejeição aos esquerdistas nos EUA. Se informarmos o povo com clareza a respeito das intenções macabras de Adnet com sua provocação criminosa no momento em que as barbáries acontecerem, a extrema-esquerda deve sair perdendo aqui no Brasil também.

Anúncios

9 COMMENTS

  1. Os esquerdistas apontam o dedo pra todo mundo chamando de racista enquanto praticam o verdadeiro racismo na cara de todo mundo. Que se destaque bem: o referido programa de humor (sic) é escrito, elencado, produzido e transmitido pela REDE GLOBO, aquela que os esquerdistas falam que manipula seu público. Eles devem saber do que estão falando.

  2. Agora que eu liguei a pessoa com os fatos… esse Adnet é aquele que no último carnaval vestiu o filho adotivo, que é negro, como um macaco de realejo e depois ficou berrando nas redes sociais que seu filho foi vítima de racismo, com o apoio da maioria da direita? Esse cara é doente e muita gente cai como pato na conversa fiada dele.

Deixe uma resposta