Se Moro for para o STF, pode estar começando o maior pesadelo de Lula e dos petistas

10
253

Nesta quinta (19) aconteceu uma tragédia: a morte do relator da Lava Jato, o ministro Teori Zavascki, em um acidente de avião. Obviamente, os questionamentos são imediatos: o que vai ocorrer com a operação que investiga o maior escândalo de corrupção do mundo? Imediatamente, milhares de pessoas já começaram a exigir, de Michel Temer: “coloque o Moro no STF já!”.

Claro que se Temer fizer essa escolha, o resultado seria sensacional em termos de popularidade. Certamente os petistas teriam muito com o que se preocupar. Para início de conversa, com Moro no STF, o órgão sairia da habitual letargia, mesmo que ele não pudesse assumir o caso, por já ter atuado nele em outra instância. Outro detalhe é que Moro seria substituído pela juíza Gabriela Hardt. Ela é conhecida por ser tão fiel à aplicação da justiça quanto o juiz atual.

Note também que os petistas já possuem prontinha toda uma campanha de desconstrução de Moro. Não que funcione tanto quanto o habitual, claro, pois o juiz curitibano é resiliente. Mas sempre existe aquele discurso ruminante dizendo “ah, mas o Moro deu risada ao lado do Aécio” ou “ah, mas o Moro está sendo denunciado na ONU”. Mas contra Gabriela Hardt, os petistas não tem absolutamente nada. Ademais, ela é mulher. Por ser uma mulher, o senso comum entende de maneira ainda mais negativa os ataques feitos pelos petistas. Basta lembrar como o povo brasileiro abraçou Janaína Paschoal quando eles partiram para a campanha de assassinato de reputações contra ela.

Se Moro for para o STF, a presença de Gabriela Hardt em seu lugar pode ser um complicador duplo para os petistas: primeiro, que a simplesmente presença de Moro no STF aterroriza – com muita razão – a petralhada, e, segundo, que sua substituição por Gabriela Hardt atrapalha toda a peça de propaganda que os petistas já tinham feito contra um adversário “congelado”. Como adicional, Gabriela Hardt pode condenar Lula à prisão de imediato com muito mais facilidade do que Moro poderia fazê-lo. De novo: as peças de propaganda anti-Moro já estão prontas e sendo utilizadas pelos petistas, servindo para atrapalhá-lo, mas eles demorariam algum tempo para montar campanha similar contra Gabriela Hardt.

Caso Temer sucumba à pressão popular (que vai ser forte) para colocar Sérgio Moro no STF, os petistas ficam com motivos para terem muitos, mas muitos pesadelos.

Em tempo, adicionando informações às 20:29 desta quinta (19): Sergio Moro não poderia julgar a Lava Jato no STF, por já ter sido juiz em outra instância. Mas Lula é réu em várias outras operações, como Janus e Zelotes. Ademais, como falei, ele seria substituído por uma juíza menos vulnerável a ataques de petistas do que ele. 

Anúncios

10 COMMENTS

  1. Ao contrário: seria o pesadelo de quem tem foro privilegiado, incluindo os deputados e senadores do PT, PMDB, etc. Entretanto, os que não têm foro privilegiado, incluindo o Lula e os empresários envolvidos na lava-jato poderiam se safar, dependendo do próximo juiz de primeira instância que assumisse.

  2. Prezado Luciano e demais conservo, Luciano, voce sabe que sou leitor assiduo de seus posts inclusive os duplico no face, de muitos amigos e inimigos que tenho assim como voce os tem. Mas, tenho algumas duvidas, na eficácia dele no STF ( muito embora estará bem substituido na lava jato pela nobre juiza). Lá é um colegiado, onde supomos que mesmo ele como relator( caso o possa ser), não conseguira fazer valer muito seu voto em um colegiado aparelhado. Creio que, ele é mais util ao brasil, na lava jato. e tem mais se hoje corre risco de vida, na lava jato, lá então sua vida valeria bem menos para essa corja que ai esta.
    abraços

  3. aí acabou a lava jato. O Juiz que conheceu uma ação em primeiro grau é incompetente para julga-lá em instância superior, sem falar que Moro domina com maestria o aparato processual da Lava-Jato ja em primeiro grau. Não sou contra, acho uma ótima idéia, mas prefiro um Miguel Reale, Janaína, ou outro jurista de renome que concorde com os ideais jurídicos necessários para tocar a operação com a rigidez, sensibilidade e, principalmente, racionalidade jurídica.

  4. Sou leitor assíduo do site mas gostaria de fazer uma correção. Dra Gabriela só assumiria temporariamente a Lava Jato se o Moro fosse para o STF. Mas na sequência seria realizado concurso de remoção entre Juizes Federais para a ocupação da vaga. Em todas as varas existem dois juízes, um que é titular da vara e o substituto. Os processos que entram são divididos entre eles. Um substitui o outro em suas ausências (No caso do Moro ele fica só com a Lava JAto por determinação do TRF da 4 Região. Porém, qd o titular da vara sai em definitivo, outro titular de outra vara vem para ela e o substituto continua substituto. O substituto só se torna titular por antiguidade e merecimento. Assim, seria aberto edital de remoção, onde os juízes titulares mais antigos teriam mais chances de conseguir a vaga, se assim desejassem. É imprevisível quem seria o eventual responsável pela Lava Jato.

  5. o problema é que ele estaria legalmente impedido de julgar na instância superior aquilo que ele mesmo já julgou em primeira instância, e todo o trabalho dele em Curitiba ficaria prejudicado quando subisse ao STF…

  6. A única coisa que eu sei que tá errada no moro e que não aceitou denunciar outros envolvidos em sua investigação pra ele parece que só o Lula tem culpa
    Pra isso mostra a injustiça que faz

Deixe uma resposta