LA Times recua e lança errata após mentir dizendo que Milo é "nacionalista branco"

0
54

Já está cômico ver a esquerda emitindo a narrativa de que os seus adversários são “nacionalistas brancos”. Obviamente, sempre surge a oportunidade de desmascará-los.

Foi o caso do LA Times, que fez uma matéria atribuindo este rótulo – “nacionalista branco” – a Milo Yiannopoulos. Depois de extensa humilhação nas redes sociais, o LA Times lançou uma nota de correção.

O xingamento foi feito pelo “repórter” Rick Anderson, que usou o termo “nacionalista branco” em um artigo sobre o tiroteio na Universidade de Washington.

“O artigo foi corrigido para excluir a referência a Yiannopoulos como um nacionalista branco, e para descrever em mais detalhes a campanha via Twitter que que resultou na sua remoção da mídia social”, diz a nova versão do artigo, no site do LA Times.

No artigo original, antes da emenda, Anderson dizia: “Um nacionalista branco, Yiannopoulos foi banido pelo Twitter em janeiro passado após uma série de tuítes racistas cibtra a atriz Leslie Jones, de ‘Ghostbusters’. Ele utiliza um termo pejorativo para os gays no título de sua turnê de palestras, e seus discursos intencionalmente forçam a barra”.

Outro ponto do artigo, que mencionava Milo como membro da Alt-Right, foi removido. A acusação falsa de racismo, no entanto, é mantida. Ou seja, eles continuam mentindo. Só cortaram uma parte das mentiras.

Anúncios

Deixe uma resposta