Netflix sofre boicote por ter feito ativismo racista

3
202

Provavelmente para tentar agradar fascistas culturais de extrema-esquerda, a Netflix resolveu lançar a série “Dear White People”, uma produção que visa reverenciar o ativismo racial contra pessoas brancas e reforçar pautas esquerdistas, como a farsa do “black face”. A série veio a partir do filme de mesmo nome de 2014, baseado nas experiências de faculdade da ativista Samantha White.

Por promover essa pauta e reforçar a segregação entre pessoas brancas e negras, muitos internautas passaram a boicotar a empresa. Logo depois da divulgação do teaser, vários americanos postaram fotos na internet mostrando o cancelamento de sua assinatura Netflix, e o boicote rapidamente se espalhou.

Esse tipo de atitude, a do boicote, deve ser sempre incentivada. As empresas ainda estão mal acostumadas com os tempos nos quais a extrema-esquerda jogava sozinha a guerra cultural. No momento, apesar de ainda estar um pouco lenta e atrasada, a direita tem se levantado e passou a acordar para isso, então as ações passaram a ter consequências.

Até o momento a Netflix não chegou a se pronunciar sobre o caso.

Anúncios

3 COMMENTS

Deixe uma resposta