Deborah Duprat disse que filhos são "do Estado" e não dos pais. Já podemos acabar com a pensão alimentícia?

23
1019

Matheus Faria escreveu:

Ajuizem ação de pensão alimentícia em face da União e com responsabilidade subsidiária contra a Dra. Duprat, do MPF, já que ela disse que as crianças não pertencem aos pais, mas à Escola (leia-se, Estado).

Perfeito!

Ora, se a Dona Deborah Duprat disse que a criança “não pertence” à família, então é hora de o Estado começar a pagar as contas das crianças. Essa é a consequência de levarmos a sério a narrativa desses psicopatas que lutam diariamente para praticar abuso contra crianças, doutrinando-as em salas de aulas fechadas.

Em suma, não há gente mais arrogante do que os defensores da doutrinação escolar. Querem a posse dos filhos dos outros e o direito de usarem a mente das crianças à vontade dentro de salas de aula fechadas, mas não querem pagar nem uma parte das despesas de criar as crianças. Quem ainda não se revoltou com isso não percebeu a gravidade da afronta.

Relembre a cacetada de Miguel Nagib em cima dessa figura:

Anúncios

23 COMMENTS

  1. Nagib não deu uma resposta adequadq àquela cavalgadura. Deveria, ter dito em linguagem educada e respeitosa o seguinte: Data Vênia doutora, ide às fezes!

  2. entao tenho a receber do estado pensao alimenticia digamos ate os 21 mais 20 anos de atrasos , juros , correção monetaria e ainda uma linda e gorda indenização de danos morais por alienação parental

  3. Antes de mais nada: Não é uma procuradora ( esquerdista ou direitista),que vai me dizer o que deveria ou não fazer, permitir ou ensinar as minhas filhas sobre ética, honestidade, igualdade, respeito, trabalho e principalmente CARÁTER, mesmo porque se forem transmitir o que o ESTADO pratica e exemplifica teremos, num futuro próximo, hipócritas, mentirosos, interesseiros e corruptos.
    Hoje, esse “ESTADO”, em termos de educação não esta preocupado com CONHECIMENTO. A preocupação é manter a DOUTRINAÇÃO IDEOLÓGICA, para que os partidos sejam mais importantes que a sociedade e o ser humano.
    Só não enxerga isso quem já esta doutrinado.

    • Prezado Benedito Mendes,
      Para nossa infelicidade, a única coisa que esses animais querem é colocar na cabeça de nossos filhos, as ideias podres de sua visão de mundo.
      Já fazem isso há mais de 30 anos, mas só recentemente, devido à Internet, pais e mães estão tomando conhecimento.
      Jornais, rádios e TVs, escondem este e outros temas, pois tambem são fortemente contaminadas pela esquerdalha.
      Bons canais na Internet estão desmacarando ratazanas como esta “procuradora”.

  4. A dra “esqueceu” do art. 229 da Constituição, fingindo que existe apenas o art. 227. Uma coisa é a criança em si, que deve ser protegida por “todos” enquanto crianças, pois a infância saudável é um bem social, conforme art. 227. Já quando a “criança” é “filho”, a CF é CATEGÓRICA: compete AOS PAIS “assistir, criar e educar os filhos menores”.

    Art. 229. OS PAIS têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores, e os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade.

    Art. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

  5. O que deveriam fazer é abrir uma representação contra essa senhora no corregedoria do órgão onde trabalha pelas declarações que fez. Mesmo que saibamos que provavelmente em nada dará, trará a ela incomodo,e a obrigará a se explicar.

    • Sim, é imperioso que essa providência seja tomada. De calar em cala é que esses lixos proliferam. Essa delinquente moral tem de ser chamada às falas. Que reitere sua psicopatia intelectual, arcando com as consequencias, ou que enfie o rabo entre as pernas, dizendo que foi mal interpretada. O que não podemos mais é tolerar são esses estrumes ambulantes espalhando impunemente suas patologias mentais por aí!

  6. Isso não é nada em vista do que o pederasta do Jean Wilys, mais dois companheiros dele do PSOL, alguns do PMDB e alguns do PSDB, estão querendo todos os imoveis, casas, sitidos, fazendas tudo tudo tudo tudo tudo tudo e passar para o nome do governo federal, esse projeto lei está la para ser votado viu seus bestas que ficam preocupados com quem pertence as crianças enquanto querem tomar nossas casas, que suamos para comprarem. ISSO É O INICIO DO COMUNISMO DO BRASIL VIU? TRANSFORMANDO EM MIUDOS QUEREM ACABAR COM O NOSSO DIREITO DE PROPRIEDADE, VIU? E O FACEBOOK E OUTROS NÃO PERMITIRAM A PUBLICAÇÃO DESSE VIDEO…

    • Legal, você reclamou, reclamou e não postou aqui o bendito projeto de lei ¬¬
      que sacanagem cara, posta o projeto ai então… e nossas crianças SÃO O FUTURO, se tem pessoas que podem mudar alguma coisa são elas, esquerdopatas não perderiam seu tempo com crianças se elas não fossem extremamente importantes!

  7. Criancas são presentes de Deus aos pais. Estado não tem que intervir na educação doméstica. A Bíblia mesma diz: ensina a criança no caminho em que deve andar, e mesmo quando estiver velho não se desviará dele.

  8. Essa monte de merda acha e fala tudo isso porque não teve/term família, ela mesma é o fruto-resultado de uma foda do lula com o estado. Se ela acredita no fala, que pegue todas as crianças dessa “familia” luladrão-estado, e ensina essas merdas só pra elas. Poupe as crianças de família, desse lixo, imundície, bosta, que é o que vcs têm na cabeça, cambada de filhosdaputa doentes mentais!!! Vão se foder!!!

  9. É fácil fazer esse pessoal passar mal , é só enfrentá-los com considerações filosóficas e antropológicas, baseados na ordem natural, senso comum, relatórios científicos e, claro, no direito positivo.

  10. Feliz por saber que existem pais e mães preocupados com seus filhos, isso mesmo vamos defender nossos filhos e netos desses doentes, que diga-se de passagem somos nós que os sustentamos. Essa velha deve ser uma Glbt que quer roubar e transtornar nossas crianças. Vamos à luta.

  11. Eu não vi a procuradora falar nada disso. Disse apenas que os pais também tem que se submeter à lei (Estado) em relação a criação dos filhos. Assim, pedofilia, maus-tratos e todos os tipos de abusos que os pais possam ter em relação aos seus filhos devem sim ser coibidos pelo Estado. Um assaltante de banco não tem direito a ensinar o seu filho a ser um ladrãozinho, e uma prostituta não tem o direito de jogar a sua adolescente na prostituição. Nos Estados Unidos funciona assim e não na Coreia do Norte. Os sonhadores que acham que todo o pai e toda a mãe são naturalmente pessoas responsáveis, cuidosas e amorosas parecem não ver televisão e a quantidade de abusos e até infanticídios que acontecem diariamente dentro das famílias.

Deixe uma resposta