Em conferência, Milo detona as fake news sobre o "escândalo da pedofilia"

2
50

O jornalista e ativista Milo Yiannopoulos resolveu se pronunciar sobre o falso escândalo de pedofilia que, não surpreendentemente, percorreu o mundo todo. Na mídia brasileira, todas as referências a ele vieram acompanhadas de rótulos como “ultraconservador” ou “extrema-direita”, o que já é padrão, mas o real objetivo mesmo era assassinar a reputação de um sujeito que ousou defender Donald Trump.

Tudo foi uma armação. Pegaram declarações antigas, ignorando o contexto, para sugerir que Milo tivesse defendido atos de pedofilia. Claro que isso acabou não funcionando tão bem assim, especialmente porque a mídia está desacreditada desde o ano passado. Ainda assim, tentaram.

Abaixo, ele comenta o caso e desmente as falsas acusações contra ele. Confira:

Anúncios

2 COMMENTS

  1. A unica coisa boa nessa história é que alguns veículos de comunicação tiveram que deletar suas propagandas a favor da normalização da pedofilia para poder atacar Milo.

Deixe uma resposta