Manifesto de 400 intelectuais por Lula prova: ele é o candidato da mais desumana das elites

7
141

Como se noticiou por aí, mais cerca de 400 artistas e intelectuais lançaram um manifesto de apoio a uma eventual candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto em 2018.

As assinaturas incluem o teólogo e escritor Leonardo Boff , o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, a atriz Marieta Severo, os cantores Chico Buarque, Beth Carvalho e Martinho da Vila.

O manifesto tem aquela narrativa de costume: “É o compromisso com o Estado Democrático de Direito, com a defesa da soberania brasileira e de todos os direitos já conquistados pelo povo desse País, que nos faz, através desse documento, solicitar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que considere a possibilidade de, desde já, lançar a sua candidatura à Presidência da República no próximo ano”.

O texto também fala que o retorno de Lula seria necessário para “incluir muita gente e reincluir aqueles que foram banidos outra vez”.

O detalhe é que tal manifesto comprova apenas o seguinte: o PT é o candidato das elites. Intelectuais e artistas (praticamente todos de segunda categoria) ainda são, sim, uma elite. Pior: em geral a elite de esquerda é das mais desumanas e indiferentes ao sofrimento do povo.

Se é esse tipo de gente que está lutando por Lula, então é preciso dizer ao povo para repudiá-lo. No passado o PT atacava os candidatos “das elites”. Hoje Lula é o candidato da mais perversa das elites.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. Nem um pouco surpreendente. Só nomes de elite assinaram, alguns que já fizeram apologia ao crime tipo Leonardo Boff (pediu para que ferissem os cavalos da polícia), outros que COMETERAM crimes como Chico Buarque que roubava carros na juventude, gente que gosta de tirania tipo Beth Carvalho que falou com orgulho que tem um poster do assassino Che Guevara na sala dela.

    Um bando de mosca dando moral pra um pedaço de bosta em decomposição. Felizmente não deve demorar muito pra decompor de vez.

  2. Só vagabundo assinou esse manifesto. Nenhum desses contribuiu ou contribui para melhorar o país. A frase do Barão de Itararé cabe perfeitamente neste caso: “De onde menos se espera, daí é que não sai nada.”

  3. Lançaram o boato de que artista que não desse apoio ao novededos, não poderia mais pleitear pixulecos da Lei Rouanet para produzir suas obscenidades. Pronto! Isso bastou para que a malta de pixulequeiros de sempre se apresentasse em bando para assinar essa excrescência!

Deixe uma resposta