Karnal pode se tornar mais perigoso depois da foto junto com Moro

11
142

Escrevi ainda hoje que a revelação da foto de Karnal junto a Moro era ótima para a direita sob todos os aspectos. Qualquer pessoa com senso crítico sabe que Karnal é um adepto da extrema-esquerda do tipo mais totalitário possível. Depende do jogo do isentão para convencer uma parte da plateia a se deixar seduzir pelo discurso mais enrolado que namoro de vesgo.

O detalhe é que cada oportunidade gera um risco. Assim, devemos nos ater ao risco resultante de vermos toda a extrema-esquerda revoltada com a foto de Karnal ao lado de Moro.

O risco é que uma parcela mais ingênua da direita se deixe seduzir pelas enrolações de Karnal. Assim, podem ficar vulneráveis ao principal dos truques do historiador: apelar à manipulação de culpa e fazer os brasileiros se convencerem de que “a culpa da corrupção é de todos”.

Claro que Karnal apela ao truque da inversão proposital de planos. Ao denunciar o PT, nós não falamos de “casos de corrupção”, mas do uso da corrupção sistematizada para comprar uma poder totalitário. Não tem absolutamente nada a ver com o que fazem partidos como PMDB e PSDB. Mas Karnal quer que o público ache que é “tudo igual”. Pior, ele quer convencer o público de que o cidadão que “passa com o carro no acostamento” é igual a um tirano sanguinário que compra um pais se valendo da corrupção, tendo por objetivo se divertir massacrando, torturando, estuprando e escravizando seu povo, como faz Nicolas Maduro hoje.

Se isso acontecer, teremos pessoas de direita comprando essa ideia, molhando cuecas e calcinhas diante dos embustes de Karnal. A crítica dos petistas por causa da foto com Moro pode servir como combustível para ele ganhar mais credibilidade diante dos incautos.

Portanto, é preciso de um sinal de alerta redobrado. Karnal deve ser demolido ainda mais pela direita consciente. Sua instância do jogo do isentão é uma afronta moral sob todos os aspectos. Pessoas de direita que forem ingênuas de cair no truque devem sofrer repreensão moral, uma vez que a equivalência moral é sempre passível de levar esculacho.

Cientes disso, temos como tomar atitude para que Leandro Karnal não se torne mais perigoso depois da paulada que ele está tomando da extrema-esquerda pelas redes sociais.

 

Anúncios

11 COMMENTS

  1. Muito bom o texto. Além de tentar implantar na cabeça das pessoas sua ideologia de esquerda doentia e disfarçada, ainda o cara consegue ser arrogante, já tive a oportunidade de ter esse desprazer…

  2. Karnal está sendo calculista, ele sabe que está com a imagem arranhada e usando o Juiz Moro para tentar amenizar a própria, não me surpreenderia se ele se encontrasse com o Dória só para tirar uma selfie!

  3. Concordo com vc “em gênero, número e grau”.
    Quem alardeou “o encontro casual”????
    Quem “decidiu” postar a foto????

    *Fique esperto, Dr Moro. Não dê pérolas aos porcos!
    “Quem com porcos senta-se… “

  4. Hoje ouvi ele falando do aborto! A quem interessa o aborto? A meia dúzia de feministas que provavelmente não tem pai nem mãe, que precisam de tratamento psiquiátrico. Quer transar à vontade? Tem de pílulas a camisinhas. De resto é educação, aborto não é solução. Paradoxalmente a esquerda também nunca esteve está interessada na educação, utiliza a escola para fazer lavagem cerebral aos alunos.
    Pretender mexer com drogas e a vida sexual das pessoas denota uma total falta de assunto da esquerda. Não tem mais causas para defender. Só servem para recrutar adolescentes, idiotas úteis que não querem estudar, vão invadir escolas e promover violência nas ruas.

  5. Mas a boa notícia vem dos Estados Unidos. Da Veja: “Trump ordena renúncia de 46 procuradores nomeados por Obama
    No total são 93 procuradores federais e já no início do mandato, Trump havia demitido 47. Com a nova decisão, os restantes também foram destituídos” (da Veja)
    Se alguém achava que o chororó da imprensa iria derrubar o Trump, ele vai acabar com qualquer vestígio de obamistas no seu governo. E a discussão sobre o Obamacare está esquentando. Aquela tentativa monstruosa de socialização da saúde pública nos Estados Unidos para beneficiar grandes corporações, as Odebrechts da saúde americanas.
    Agora só falta a Le Pen ganhar e acabar com a União Europeia que a esquerdalha comunista vai ficar que nem barata tonta

    • Se você olhar a questão de SEU ângulo, é um problema. Sendo pragmático:

      1 – O cara é investigado pelo Moro?
      2 – O cara é mencionado em alguma delação?

      Se nem 1 nem 2, nada muda na imagem do Moro. Na do Karnal, entretanto…

    • Boa pergunta. Moro, como todo mundo, sabe muito bem quem é esse cara.
      Sabe o que significa isso? Começo a desconfiar de Moro. Me lembra o que aconteceu com Joaquim Barbosa. Parecia uma coisa, mas não era exatamente aquilo tudo. O tempo mostra o que está escondido.

Deixe uma resposta