Ditadura venezuelana mostra o sucesso do socialismo e já possui 511 empresas

1
129

Ao contrário da direita paternalista, que diz que o “socialismo deu errado”, a visão da direita crítica vai na contramão: o socialismo dá certo em suas reais e macabras intenções. Conforme o The Blaze (que levantou dados da Transparência Internacional), o governo venezuelano é dono ou ao menos acionista majoritário de 511 empresas no país.

Como não poderia deixar de ser, 70% dessas companhias estão deficitárias e ajudando a esmagar ainda mais a já combalida economia do país. Em 2016 essas empresas deram cerca de U$ 129 bilhões de prejuízo para a Venezuela.

Só para se ter uma ideia, o Brasil possui 130 estatais, enquanto a Argentina tem 52. A estatização envolve todos os ramos, como indústrias de papel higiênico, medicação, celulares e laticínios.

Se a estatização de empresas já é feita para esmagar o povo no Brasil e na Argentina, além de dar carguinhos e verbas para vampiros do erário público, imagine na Venezuela. O que importa é que para a cumpanheirada, a vida está boa, muito boa. Para o resto do povo é o inferno na Terra, naturalmente.

Anúncios

1 COMMENT

  1. Maduro estatizou empresas para que estas produzam apenas para a sua corte e apoiadores. Para quem não os apoia o destino é a inanição. No Brasil isso acontece com os serviços públicos. Experimente marcar uma cirurgia num hospital público ou procurar uma vaga para seus 5 filhos em uma escola pública sem a intervenção de um político. Em troca do “favor” basta passar a ser cabo eleitoral do sujeito e de seus asseclas. É a perpetuação do poder por meio dos bens públicos. Agora me diga 1 (uma) análise das estatizações de Maduro abordada nestes termos, por parte de seus opositores ou direitistas mundo afora. Lilian Trintori se declara esquerdista e provavelmente deseja fazer o mesmo caso obtenha o poder.

Deixe uma resposta