Baixa presença neste 26/03 comprova que Lava Jato nunca esteve tão forte

1
70

Um dado interessante das manifestações deste 26/03 – com um baixo número de manifestantes – é o baixo nível de indignação que a pauta gerou.

Embora os movimentos defendessem principalmente a derrubada da proposta de lista fechada, muitos não tiveram tempo de digerir esta nova demanda. A manifestação foi, de fato, em favor da Lava Jato e de Sérgio Moro.

Porém, nunca a operação esteve tão sólida. Daqui a pouco fará um ano que o PT saiu do poder e, com ele, o maior número de ameaças à Lava Jato. Se José Eduardo Cardozo já era um entrave à operação, seu substituto Eugênio Aragão chegou a ameaçar publicamente de demissão a equipe da PF caso ocorresse algum vazamento. Era claro jogo de intimidação.

A saída do PT significou o fim das tentativas de barrar a Lava Jato. Se assim o é, a Lava Jato não depende como antes de manifestações em seu favor. No máximo, o que se pode fazer hoje pela Lava Jato é promover alguns churrascos de comemoração por resultados e alguma pressãozinha aqui e ali pelas redes sociais em casos de capitulações, como no caso de Lula, que absurdamente ainda não foi preso. Temos que pressionar nesse sentido.

Esta é a grande vantagem de termos derrubado o PT, o partido mais pró-corrupção da história do Brasil, bem como o maior inimigo que a Lava Jato já teve.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta